fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

OMS comemora desempenho da dexametasona contra a covid-19

Para diretor-geral do órgão, a descoberta é um “avaço científico capaz de salvar vidas”. “É o primeiro tratamento comprovado que reduz a mortalidade em pacientes”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nesta quarta-feira (17), a Organização Mundial de Saúde (OMS) comemorou a ação da dexametasona no combate ao novo coronavírus. Para o órgão, a descoberta de que o tratamento com o corticoide reduz mortes pela doença é um “avanço científico”.

Segundo pesquisadores da Universidade de Oxford, do Reino Unido, o tratamento com dexametasona pode reduzir em 35% as mortes de pacientes que usaram respiradores.

“É o primeiro tratamento comprovado que reduz a mortalidade em pacientes. São ótimas notícias. Congratulo o governo britânico, a Universidade de Oxford e os muitos hospitais e pacientes no Reino Unido que contribuíram para esse avanço científico capaz de salvar vidas”, comemorou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Ressalta-se que, em casos leves da doença, a dexametasona não apresentou efeito. Além disso, as informações sobre a eficácia em pacientes graves ainda não foram publicados em revista científica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Hospital Sírio-Libanês, em parceria com o Aché Laboratórios, já havia iniciado estudos sobre o corticoide em abril. Serão recrutados cerca de 350 pacientes para fazer parte das ações.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade