fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

OMC: comércio mundial pode se contrair um terço por coronavírus

A pandemia poderá provocar “a recessão mais profunda da nossa existência”, advertiu a Organização Mundial do Comércio, com sede em Genebra

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O comércio mundial se contrairá entre 13% e 32% em 2020, muito mais do que durante a crise financeira de 2008, devido ao impacto da pandemia de coronavírus – estimou a Organização Mundial do Comércio (OMC) nesta quarta-feira (8).

O desastre econômico causado pela COVID-19, que afeta praticamente todos os países do planeta e forçou mais da metade da Humanidade a permanecer confinada, poderá provocar “a recessão mais profunda da nossa existência”, advertiu a organização com sede em Genebra.

Já abalado pelas tensões comerciais entre China e Estados Unidos, assim como pela incerteza em torno do Brexit, o comércio sofrerá uma queda de “dois dígitos” em “quase todas as regiões” do planeta, especialmente na América do Norte e na Ásia, de acordo com os economistas da iComércio.

América Latina e Europa também sofrerão quedas de mais de 30%.

“O objetivo imediato é controlar a pandemia e mitigar os danos econômicos causados a indivíduos, empresas e países”, disse o diretor-geral da OMC, Roberto Azevêdo, citado no relatório, no qual convidou os formuladores de políticas a “começarem a planejar” o futuro pós-pandemia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A crise comercial “provavelmente será maior do que a contração do comércio causada pela crise financeira global de 2008-2009”, frisou a OMC.

Embora ambos os episódios sejam “semelhantes em certos aspectos”, particularmente em relação a uma intervenção em massa dos governos para apoiar empresas e famílias, a crise atual é mais ampla.

“Por causa das restrições, que afetam os deslocamentos e o distanciamento social, ambos impostos para impedir a propagação da doença, a oferta de trabalho, de transporte e de viagens é diretamente afetada”, explica a OMC.

 

Agence France-Presse


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade