fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

O uso de óculos pode diminuir o risco de infecções pelo coronavírus

Para a pesquisa, foram analisados 276 pacientes hospitalizados com a doença na cidade de Suizhou, próxima a Wuhan, na China

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Um estudo divulgado pela Associação Médica Americana (AMA) na Revista JAMA Ophthalmology sugere que o uso de óculos pode diminuir o risco de contaminação por Covid-19. O motivo seria a proteção proporcionada pelo acessório nos olhos, evitando o contato direto e frequente com as mãos e também bloqueando a entrada do vírus.

Para a pesquisa, foram analisados 276 pacientes hospitalizados com a doença na cidade de Suizhou, próxima a Wuhan, na China. Entre o grupo observado, constatou-se que a proporção de pessoas que usavam óculos por mais de 8 horas diárias (5,8%) era menor do que a população em geral (31,5%). Essa baixa ocorrência levou os pesquisadores a relacionar a menor suscetibilidade à infecção ao uso dos óculos.

As conclusões são preliminares, e os cientistas defendem que mais estudos sobre o tema devem ser realizados. No entanto, a hipótese levantada coincide com a orientação de autoridades da saúde a respeito o alto risco de contágio pelos olhos, além da boca e do nariz. Dessa forma, medidas preventivas como higienizar constantemente as mãos e evitar tocar o rosto têm a importância reforçada.

Um relato comum de quem utiliza óculos com a máscara de proteção é a dificuldade provocada por lentes embaçadas. Isso porque, ao respirar dentro da máscara, o ar sai quente pela parte superior da peça criando condensação. Para evitar esse problema, a Máscara KNIT Fiber desenvolveu o acessório clip nasal, feito de silicone e que se encaixa à peça sem pressionar ou machucar o rosto. Mais do que ajudar na visibilidade de quem usa óculos, a peça também proporciona vedação mais segura impedindo a entrada de ar sem filtragem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade