Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Netanyahu não consegue formar coalisão de governo

Parlamento de Israel aprova nova eleição e atual primeiro-ministro terá que fazer campanha

Após o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, fracassar na sua tentativa de formar uma coalizão de governo, o parlamento do país, chamado Knesset, aprovou em votação a própria dissolução e a convocação de novas eleições.

O pleito forçará Netanyahu a voltar à campanha apenas semanas depois de conquistar um mandato presidencial por margem estreita.

O cenário atual não tem precedentes, com todas as eleições parlamentares anteriores desde a fundação de Israel, em 1948, levando à formação de um governo.

Você pode gostar
Publicidade