Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Londres: namoradas são agredidas após recusarem se beijar em ônibus

Em um dos típicos ônibus londrinos de dois andares, um casal de lésbicas foi brutalmente espancado por um grupo de quatro adolescentes com idades que iam dos 15 aos 18 anos. As agressões aconteceram no último 30 de maio, depois que as duas se recusaram a se beijar por ordem dos agressores. “Eles nos cercaram e nos perguntaram algumas coisas bastante agressivas, sobre lésbicas e posições sexuais, dizendo que deveríamos nos beijar enquanto eles nos observavam”, disse a vítima Melania Geymonat à BBC.

“Eu tentei fazer algumas piadas antes para aliviar a situação, como se Chris [a namorada] não soubesse falar inglês e não estivesse entendendo”, disse na entrevista. Quando percebeu que o ataque estava para acontecer, Melania empurrou a parceira para longe e os adolescentes começaram a agressão contra ela.

Quando perguntada se o ataque faria elas deixarem de segurar as mãos em público, Chris disse que não. “Não sinto medo que as pessoas vejam que eu sou queer”, afirmou. E acrescentou: “eu estava e ainda estou com raiva. Eu estava com medo, mas isso não é um conto”.

Geymonat teve o nariz quebrado durante a agressão, e também teve seu celular e a bolsa roubados pelos agressores. Chris conseguiu salvar seus pertences. O ataque chegou a chamar a atenção da Primeira Ministra do Reino Unido Theresa May, que afirmou: “Isso foi um ataque doentio, e minha atenção está voltada ao casal afetado. Ninguém deveria ter que se esconder por ser quem é ou por quem ama, e temos todos que trabalhar em conjunto para erradicar essa violência inaceitável contra a comunidade LGBT”.

Você pode gostar
Publicidade