Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao ser preso no caso Odebrecht

Publicado

em

O ex-presidente do Peru, Alan García, tentou se matar na manhã desta quarta-feira (17) quando ia ser detido pela polícia em sua casa no bairro de Miraflores, em Lima. Ele é acusado de corrupção em caso envolvendo a Odebrecht. Seu estado de saúde é grave, segundo a imprensa local. García foi levado com urgência ao Hospital Casimiro Ulloa, na capital peruana.

Ao ser avisado da detenção, o político teria pedido alguns minutos para falar com seus advogados. Pouco depois, se escutou um disparo. O advogado do ex-presidente, Genaro Velez, confirmou a internação, mas não quis dar detalhes sobre o estado de saúde de seu cliente. Testemunhas ouvidas por uma emissora local afirmaram que o político chegou ao hospital coberto por uma manta vermelha e que pouco depois seu filho entrou rapidamente no local.

Alan García governou o Peru entre 2006 e 2011 e estava sob investigação por supostos subornos na construção de uma linha de metrô para Lima, projeto no qual estava envolvida a construtora brasileira Odebrecht. Na operação desta quarta, também foram detidos Luis Nava, ex-secretário-geral de Presidência, e Miguel Atala, ex-vice-presidente.

 


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade 
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade