fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy é indiciado por associação criminosa

De acordo com o jornal francês Le Figaro, o ex-presidente foi ouvido nas últimas semanas por juízes responsáveis ​​pelo caso

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, foi indiciado nesta sexta-feira, 16, por suspeita de associação criminosa. Sarkozy é acusado pela justiça francesa de ter recebido financiamento do governo líbio – à época, dirigido pelo ditador Muammar Kadafi – em sua campanha de 2007.

De acordo com o jornal francês Le Figaro, o ex-presidente foi ouvido nas últimas semanas por juízes responsáveis ​​pelo caso.

Essa não é a primeira investigação contra Sarkozy. O ex-líder francês foi indiciado em março de 2018 por “corrupção passiva”, “ocultação de desvio de fundos públicos” e “financiamento ilegal de campanha” e colocado sob supervisão judicial. Em janeiro, uma denúncia complementar abriu caminho para o agravamento do caso.

Durante a sua última audiência, em junho de 2019, Nicolas Sarkozy se declarou “totalmente inocente neste caso”, denunciado uma “conspiração”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade