fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Casos de coronavírus na Itália saltam de 25 para 115 e cidades fecham fronteiras

Quase todos os casos da Itália estão agrupados no norte, com cerca de uma dúzia de cidades em confinamento

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O número de casos confirmados de coronavírus na Itália saltou de 25 no sábado para 115 neste domingo, concentrados principalmente na região de Lombardia, região norte que inclui a capital financeira do país, Milão, afirmou o governador de Varese, Attilio Fontana. Milão, porém, tem registro de apenas um paciente.

Quase todos os casos da Itália estão agrupados no norte, com cerca de uma dúzia de cidades em confinamento – o que significa que as pessoas não podem entrar ou sair das fronteiras. Depois da Lombardia, a próxima região mais atingida é Veneto, no nordeste, com pelo menos 17 casos.

Desde ontem, comércio, missas e eventos esportivos foram fechados ou cancelados. O primeiro caso da doença na Itália foi de um casal chinês que estava de férias em Roma, no início de fevereiro. Até o momento, foram relatadas duas mortes – de idosos no norte. Segundo autoridades, ao menos 18 pessoas estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Os desfiles de moda em Milão seguem normalmente. O estilista Giorgio Armani, porém, comunicou ontem à noite que seu desfile deste domingo seria realizado em um showroom vazio e transmitido para o público da moda pela internet. Esta foi a primeira vez em 45 anos que a marca de Milão tomou uma medida em meio a preocupação com a saúde pública. Fonte: Associated Press

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade