fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Bolsonaro é 4º líder no mundo a receber diagnostico de Covid-19

Além dele, foram contaminados o premiê britânico, Boris Johnson, o príncipe Alberto, de Mônaco, e o presidente de Honduras, Juan Hernández. Todos se recuperaram e estão bem atualmente

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

São Paulo, SP

O presidente Jair Bolsonaro se juntou nesta terça (7) a uma pequena lista de chefes de Estado ou de governo que tiveram diagnósticos de Covid-19.

Além dele, foram contaminados o premiê britânico, Boris Johnson, o príncipe Alberto, de Mônaco, e o presidente de Honduras, Juan Hernández. Todos se recuperaram e estão bem atualmente.

Boris, 55, teve complicações por causa da doença e chegou a ficar três noites na UTI, no começo de abril, mas sobreviveu. Ao ter alta, elogiou os profissionais da saúde pública que salvaram sua vida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como Bolsonaro, ele havia minimizado a doença antes de contraí-la. Assim, o Reino Unido demorou a adotar medidas como o isolamento social, o que facilitou o espalhamento da doença. O país é o terceiro com mais mortes pela Covid-19 no mundo, com mais de 44 mil, atrás apenas de Brasil (65 mil) e EUA (130 mil).

No fim de março, o príncipe Albert 2º, de Mônaco, foi diagnosticado com a doença. Com 62 anos, ele permaneceu isolado em casa e não teve complicações. O premiê de Mônaco, Serge Telle, também teve Covid-19.

Mais recentemente, em 16 de junho, o presidente de Honduras, Juan Hernández, 51, anunciou o diagnóstico em um discurso na TV. Pouco depois, foi hospitalizado com pneumonia e ficou duas semanas internado.

“Superamos um teste, e eu gostaria que nenhum ser humano passasse pela angústia de estar entre a vida e a morte, disse Hernández ao sair do hospital, no dia 2 de julho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outras figuras ligadas a governos estrangeiros também tiveram Covid-19 e se recuperaram.

O príncipe Charles, do Reino Unido, foi contaminado em março. No Canadá, Sophie Trudeau, mulher do premiê Justin Trudeau, teve a doença. O marido fez quarentena também, mas não foi diagnosticado com a Covid-19.

Entre outras autoridades vítimas da pandemia estão o prefeito de Miami, Francis Suárez; o senador americano Rand Paul; o vice-presidente do Irã, Eschaq Jahangiri (segundo a mídia iraniana), e o ministro da Habitação da Austrália, Peter Dutton.

As informações são da FolhaPress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade