Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Aiea: Irã está aumentando produção de urânio de baixo enriquecimento

Teerã ameaçou partir para o desenvolvimento nuclear total caso não haja progressos nas negociações, a nação passa por sanções impostas pelos Estados Unidos

Publicado

em

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea), Yukiya Amano, disse que está preocupado com as crescentes tensões causadas pela produção de urânio no Irã.

A reunião da diretoria da agência teve início em Viena, na Áustria, nessa segunda-feira (10). Amano afirmou, em entrevista, que a taxa da produção de urânio de baixo enriquecimento do Irã está aumentando.

No mês passado, o Irã anunciou que estava voltando atrás em alguns compromissos assumidos no acordo nuclear de 2015, firmado com potências mundiais. Autoridades nucleares iranianas revelaram ter ampliado a capacidade do país de produzir urânio de baixo enriquecimento.

As observações de Amano são feitas em meio aos temores de que o Irã poderá exceder os limites de armazenamento estabelecido pelo acordo, caso sua produção continue no atual passo. Amano exortou os países relevantes a tentar encontrar um meio para diminuir as tensões através do diálogo.

O Irã, que passa por dificuldades econômicas por causa das sanções impostas pelos Estados Unidos, está pedindo aos países europeus que forneçam um meio para escapar das novas sanções impostas pelos Estados Unidos. Teerã ameaçou partir para o desenvolvimento nuclear total caso não haja progressos nas negociações.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade