Siga o Jornal de Brasília

JBrTV - Do Alto da Torre

Faca e queijo

A executiva brasiliense do PDT, com as bençãos da cúpula nacional, delegou para o correligionário, presidente da Câmara Legislativa, deputado distrital Joe Valle, o papel de porta-voz do partido nas negociações para composições de chapa no Distrito Federal. Ou seja, o parlamentar está com a faca e o queijo para coordenar a composição de alianças. É com isso o “cheirinho” de uma dobradinha com o pré-candidato ao GDF, Jofran Frejat (PR) fica mais forte.

Ainda no forno

Mas uma composição de Joe para o Senado e Frejat para o Buriti ainda está longe de sair do forno. Pesa nesta receita o patamar nacional. Para o PDT, a prioridade zero é emplacar Ciro Gomes na Presidência da Republica.

Temperos e prazos

Outros pontos ainda estão em aberto. Por exemplo, o partido aguarda as definições de outras forças como Rede, PCdoB e PPL. De qualquer forma, o PDT espera definir um norte até 15 de junho.

O que está de fora do tabuleiro?

O novo movimento do PDT não significa um atrito entre Joe e o presidente regional, Georges Michel. Muito pelo contrário. Ambos estão bem alinhados nos bastidores. O partido não cogita lançar uma candidatura para o GDF com qualquer nome além de Valle. Ponto. Por fim, a possibilidade de apoio ao projeto de reeleição do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) continua a mesma dos últimos meses: praticamente nula.

Contrato de combustível para órgão dos GDF

Em meio a crise com a falta de gasolina no DF por conta da greve dos caminhoneiros, a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) abriu pregão eletrônico para escolher uma empresa para gerenciar a frota do Governo do DF (GDF) e fornecer combustível aos órgãos. O novo contrato, orçado em R$ 86 milhões, prevê o fornecimento a 81 órgãos, incluindo aqueles que atualmente possuem contratos descentralizados. O sistema de abastecimento de combustível será para veículos automotores, aeronaves das corporações, por exemplo, embarcações e outros equipamentos que necessitam de combustível – gasolina, gasolina de aviação – AVGAS, querosene de Aviação – QAV, etanol, óleo diesel, óleo diesel S10 e Agente Redutor Líquido de Óxido de Nitrogênio Automotivo – ARLA.

Centralizar e reduzir custos

O governo não pagará a mais pela gasolina exclusiva.Os valores do abastecimento serão feitos até o limite do preço médio da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Se o preço na bomba for mais barato que o preço da ANP, é pago o valor do posto. Se o preço do posto for maior que a média da ANP, é paga a média da ANP.

Deputados bem informados

A Câmara Legislativa fechou contrato no valor de R$ 104, 7 mil para receber jornais e revistas. Os exemplares serão para atender a Presidência.

Aplicativo do TCDF para consultar processos

O Tribunal de Contas do DF (TCDF) decidiu criar aplicativos mobile para usuários internos e externos, tanto para dispositivos Android como dispositivos IOS. Advogados, cidadão, jurisdicionados, imprensa poderão consultar, peticionar, movimentar e fazer outras atividades no e-TCDF (processo eletrônico) pelo telefone. O investimento na nova tecnologia custará R$ 35.677,29, valor que será usado para comprar dois computadores do modelo iMac, de 27 polegadas, e 1 computador do modelo MacBook Pro, de 15 polegadas, para a Divisão de Tecnologia da Informação do TCDF, que desenvolverá os aplicativos.

Entrevista com Ibaneis Rocha

Jacques Veloso é o nome trabalhado pelo grupo de vocês para a próxima presidência?

Estou pensando seriamente em ser candidato. Estamos em um momento especial, onde o Brasil está precisando se consolidar. E estou nessa preparação para ser o candidato.

Com isso muda toda estratégia do grupo?

As coisas mudaram. Nunca pensei, não passava pela minha cabeça em me candidatar, mas diante tanta dificuldade com Ministério Público, o judiciário, essa criminalização da advocacia, precisamos de alguém mais experiente à frente da OAB, para combater de forma maos contundente. Jacques é um companheiro, mas talvez seja para um próximo momento.

De quais dificuldades o senhor se refere com o Ministério Público e o judiciário?

Questões da Lava Jato, por exemplo. A maneira como os magistrados têm tratado os advogados é muito ruim. A diminuição dos direitos de defesa está muito clara. Juliano (Juliano Costa Couto, atual presidente da OAB/DF) foi denunciado sem prova, sem sequer ser ouvido. Isso exige da OAB uma postura mais forte. E me sinto nesta condição. Me coloco à disposição e vamos discutir isso dentro do grupo.

Qual a linha de atuação da OAB-DF ? O discurso era de independência quanto a políticos e partidos. Isso se mantêm?

Mantêm. Nunca vou me desfiliar do MDB porque todos os caminhos devem ser feitos pela política, mas as coisas são independentes. Não interfere na minha atuação dentro da Ordem.

O que a OAB/DF precisa, em termos de gestão, para os próximos quatro anos?

Retomar uma pauta de prerrogativas e retomar o caminho da ordem. De respeito a defesa, condenação após processo transitado em julgado, não como temos visto. O respeito a constituição deve estar acima de tudo. Quando o País aprender a respeitar teremos um país de de grande repercussão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA