Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Bio sem Neura

Bio sem Neura #059 – Atraso da 2ª dose da vacina

O atraso da segunda dose é bastante preocupante porque a pessoa tem mais chances de ficar doente enquanto aguarda a aplicação

Por Philip Ferreira 23/05/2021 2h14

O Instituto Butantan recomenda que a segunda dose da CoronaVac deve ser aplicada em um período entre 14 e 28 dias após a primeira. Já quem recebeu a dose da vacina AstraZeneca/Oxford (que será produzida no Brasil pela Fiocruz) pode esperar um pouco mais: o período recomendado é três meses.

Em ambos os casos, qualquer atraso é preocupante. Os estudos, os níveis de eficácia, tudo é feito com base na aplicação das duas doses das vacinas. Questão de Ciência. Uma aplicação só, portanto, deixa aquela pessoa vulnerável, ela não está protegida de forma adequada e pode adoecer.

O atraso da segunda dose é bastante preocupante porque a pessoa tem mais chances de ficar doente enquanto aguarda a aplicação. Dito isso, é importante saber que, mesmo atrasada, a segunda aplicação deve ser feita assim que possível.

Para saber mais, assista ao vídeo do Bio Sem Neura com o @philipbio






Você pode gostar