Siga o Jornal de Brasília

Hashtag Cinema

Nova estreia da Netflix discute padrões de beleza

Publicado

em

Poucos são os filmes do âmbito comercial que conseguem trazer questionamentos interessantes para o público. Menos ainda quando se trata de argumentações diante estética pessoal. Após a tentativa horrenda da Netflix em retratar isso em Insatiable, a estreia de Dumplin redimiu todos os epsódios do programa citado.

O filme que está disponível desde ontem (8) no catálogo do serviço, mostra a histórida de Willowdean Dickson (Danielle MacDonald), uma adolescente plus-size que decide se inscrever em um concurso de beleza da cidade. Um desfile que sua mãe ganhou quando jovem.

“Ame quem voce é” é um dos maiores discursos do filme Dumplin. Foto – Divulgação

Apesar da diretora Anne Fletcher (A Proposta) preencher alguns pilares de narrativa com tons manipuladores dramáticos, Dumplin consegue fugir de alguns clichês a ponto de conquistar um espaço autêntico entre filmes com tal temática. Um dos motivos vitoriosos do longa-metragem é o carisma starmaking de Danielle MacDonald. A atriz que começou sua carreira em produtos indies e programas de humor, consegue deixar todas as arestas da personagem transparentes.

Nasce uma estrela: Danielle MacDonald faz de Dumplin uma experiência completa

Mesmo em que esteja em segundo plano, Jennifer Aniston apresenta as mesmas qualidades de Danielle com um sotaque texano perfeito, e ainda traz uma personagem que é possível intepretar todas suas ações diante os conflitos da filha plus-size.

Jennifer Aniston como a ex-miss teen

Por mais que alguns trechos do filme beire o melodramático, Dumplin tem estorvo carismático o suficiente para suplementar todos esses momentos manipuladores e fazer o que muitas comédias dramáticas não fizerem: debater os padrões estéticos.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade 
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade