fbpx
Siga o Jornal de Brasília
Retrospectiva 2020 do mundo dos vinhos – A importância dele no período de isolamento social Retrospectiva 2020 do mundo dos vinhos – A importância dele no período de isolamento social

Prazeres do vinho

Retrospectiva 2020 do mundo dos vinhos – A importância dele no período de isolamento social

O consumo de vinhos em casa aumentou de tal forma que levou o vinho a ganhar o status de “Bebida da Quarentena”

Daiany Nasteoli

Publicado

em

PUBLICIDADE

Final de ano é tempo de festas e celebrações, mas também de muitas reflexões. 2020 foi o ano da quebra de rotinas e paradigmas, aprendemos a valorizar tantas coisas simples as quais já tínhamos até esquecido e já nem fazíamos mais, e no mundo dos vinhos não foi diferente, a pandemia afetou vinícolas, restringiu o funcionamento de restaurantes e bares o que gerou um aumento significativo das compras on-line.

​A situação de isolamento social exige renúncia ao prazer – do convívio social, do trabalho etc. Mas o ser humano não renuncia, ele compensa. Se pararmos para pensar sobre os motivos que nos levam a apreciar vinhos, dificilmente a resposta seria simples. Aliás, eu posso enumerar diversas razões para abrir e degustar uma garrafa de vinho, principalmente durante o isolamento social, antes mesmo de falar dos benefícios que ele faz à nossa saúde, os homens já se valiam das benesses “espirituais” do vinho. O efeito da bebida, que “aquecia os corações”, “soltava a língua”, “tornava o homem mais amável”, é louvado não somente na Bíblia, mas nos mais diversos escritos de todas as civilizações, da antiguidade até os nossos dias.

“O sofrimento pode ser aliviado com uma boa noite de sono, um banho e uma taça de bom vinho”
São Tomás de Aquino.

Segue abaixo alguns depoimentos dos meus seguidores no instagram de um box de perguntas que eu abri sobre a importância que o vinho teve em suas vidas neste ano.

“Morei 10 meses sozinho durante a quarentena. O vinho foi fundamental” diz André Villas Boas

“O vinho durante o período de quarentena pra mim foi sobrevivência. Minha salvação” Agnello

“Nossa como mudou, desde o inicio da quarentena comecei a aprender e amar cada vez mais” Gabriel Richers

“Foi fundamental, em casa e em isolamento foi um companheiro para todas as horas” Fabiola Campos

“O vinho, bebida que eu adoro, veio como um alento amenizando a tensão” Franklin Santos

“Me fez esquecer os momentos tristes e isolados” Rogerio Lyra

“Por um acaso aprendi a gostar muito de vinho e o meu consumo aumentou bastante” Gleyce Miranda

“O vinho foi a forma de viajar (relaxando) durante a longa quarentena” Marcio Jobson

Hoje, portanto, optar pelo vinho e selecionar uma garrafa vai muito além de uma mera escolha entre rótulos. Esse ato encerra, entre outras coisas, uma preocupação com nosso corpo e nossa mente, faz-nos refletir sobre passado, presente e futuro, dá-nos a possibilidade de experimentar novas culturas e adquirir novos conhecimentos, incita-nos a curiosidade e a alegria e, o mais interessante o vinho tem o poder de nos levar a vários países, sem mesmo sairmos de casa. Lembrando que o consumo, porém, precisa ser adequado, a bebida moderada nesse momento é compreensível, mas cada um deve respeitar suas restrições.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O vinho lava nossas inquietações, as desaloja das profundezas da mente e age como um remédio contra as tristezas, assim como faz com algumas doenças”
Sêneca

Devemos sentir alegria e gratidão por mais um ano vivido e apesar de tudo que tenha acontecido, o importante é que chegamos até aqui. E hoje somos mais experientes, mais fortes e sábios. Agora é tempo de encher o coração de otimismo, esperança e sonhos, é tempo de recomeçar e renovar, pois, um novo ano vai começar e devemos vivê-lo e aproveitá-lo ao máximo e que neste próximo ano possamos degustar muitos vinhos espetaculares reunidos com as pessoas que amamos.

Então meus amores, um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo! Que 2021 seja um ano de renovação, de união, paz, crescimento, realizações e com incontáveis motivos para celebrar a vida e cada conquista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade