fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Gastronomia

Seleção brasileira do Michelin será anunciada em formato virtual, dia 25

Luciana Barbo

Publicado

em

PUBLICIDADE

Será na sexta-feira (25 de setembro), a tão esperada revelação dos restaurante selecionados em 2020 pelo Guia Michelin, no Rio de Janeiro e São Paulo. Este ano, por conta da pandemia da Covid-19, o evento será on-line e conectará o Copacabana Palace à França, a partir das 18h30.

Pelo canal do guia no Youtube, a apresentadora Didi Wagner fará o papel de mestre de cerimônia. Ela irá intergir com o diretor internacional do Guia Michelin, Gwendal Poullennec, diretamente de Paris.

A transmissão ainda contará com a participação dos chefs Kátia Barbosa (Aconchego Carioca), Elia Schramm (Pici Trattoria) e Nello Cassese (Cipriani). Juntamente com a equipe do hotel, eles darão dicas culinárias aos espectadores.

A organização do evento promete surpresas e fortes emoções para os chefs selecionados e o público, que poderá assistir a revelação desta quinta edição no conforto de casa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No mesmo dia, pela manhã, já serão conhecidos os restaurantes Bib Gourmand. De acordo com o avaliadores do Michelin, estes oferecem ótima relação qualidade/preço aos consumidores. Aguardemos o resultado, então.

Sobre o Michelin

O Guia Michelin nasceu na França, em 1900, pelas mãos de André e Edouard Michelin, donos da marca de pneus. Com o objetivo de facilitar a vida dos viajantes franceses, os irmãos produziram um pequeno guia com informações úteis. Mapas, dicas para trocar um pneu, onde encher o tanque de gasolina, e uma lista de lugares para comer ou passar a noite eram os conteúdos da publicação.

Durante 20 anos o Guia foi fornecido gratuitamente até ganhar crescente influência e relevância entre os restaurantes. Em 1926, passou a classificar os estabelecimentos com uma estrela. Cinco anos depois, criou-se a hierarquia, que vai de zero a três estrelas. Em 1936, os critérios para os rankings estrelados foram publicados.

Os inspetores do guia são funcionários da Michelin, sem vínculo algum com os estabelecimentos visitados. Formados em gastronomia ou hotelaria, estão sempre à procura de novos restaurantes de qualidade e experimentam todos os tipos de estabelecimentos e estilos de cozinha de forma anônima.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A avaliação de cada prato é baseada na qualidade dos produtos utilizados, na personalidade da cozinha, na técnica de cozimento e harmonização dos sabores, na relação preço e qualidade e, também, na regularidade. A cada ano, os inspetores percorrem, em média, 30 mil quilômetros e fazem cerca de 250 refeições em restaurantes. Os melhores restaurantes são com Bib Gourmand (cozinha de qualidade e de preço razoável) ou Estrelas, com base, exclusivamente, na qualidade da cozinha, em atribuições sempre decididas em colegiado.

A edição brasileira do Guia Michelin foi lançada em 2015, contemplando as cidades Rio de Janeiro e São Paulo.

Serviço:

Premiação Guia Michelin Rio de Janeiro & São Paulo 2020
Dia 25 de setembro, a partir das 18h30, pelo canal oficial da publicação no Youtube

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade