Siga o Jornal de Brasília

Gastronomia

Melhor do mundo intesifica treinos para encarar espanhol

Publicado

em

Advertisements

O suíço Roger Federer lidera com folga o ranking mundial e tem em seu currículo títulos de três dos quatro torneios que compõem o Grand Slam: Aberto da Austrália, Wimbledon e Aberto dos Estados Unidos. Falta Roland Garros, única competição da série que é disputada em saibro, piso em que hoje o domínio é do espanhol Rafael Nadal.

Nadal, um dos poucos jogadores da atualidade que levam vantagem sobre Federer no confronto direto (4 a 1 a favor do espanhol), tem como trunfo o fato de ser canhoto. 

O suíço decidiu que irá intensificar os treinos visando melhorar o desempenho contra esse tipo de rival. “Eu gosto do desafio que é enfrentar canhotos. Antes, eu odiava enfrentá-los, mas agora me dá prazer. O problema é que você encara um canhoto a cada 10 ou 20 jogos e isso não ajuda muito contra Nadal”, afirmou o número 1 do mundo, que contará com a ajuda do seu treinador, Tony Roche, que é canhoto. 

Federer e Roche traçaram um planejamento de treino intensivo até Roland Garros. “Felizmente, eu tenho um técnico que é canhoto e assim eu posso ficar diante desse spin mais vezes”, brinca o suíço. “Isso vai me ajudar muito, porque passarei muitas horas em quadra com ele a partir de agora. Então poderei sentir melhor as mudanças que terei de fazer diante de tipo de jogo”, explicou.

 


Você pode gostar
Publicidade