Siga o Jornal de Brasília

Gastronomia

Dos favoritos, apenas Roddick perdeu

Publicado

em

A semifinal do Masters Series de Roma vai reunir três dos quatro principais favoritos ao título. De um lado, o suíço Roger Federer (cabeça-de-chave um) terá pela frente o argentino David Nalbandian (cabeça quatro). Do outro, o espanhol Rafael Nadal (cabeça 2) encara o francês Gael Monfils, que eliminou o norte-americano Andy Roddick (cabeça cinco).

Monfils e Roddick fizeram a última partida das quartas-de-final nesta sexta-feira e o francês precisou de apenas dois sets para eliminar o rival, parciais de 6/2 e 6/3. Esse foi o segundo favorito que o jogador derrubou na competição – bateu o norte-americano Robby Ginepri, cabeça 16, na estréia. 

Nadal, adversário de Monfils na semi, mais uma vez avançou em sets diretos: 6/4 e 6/3 sobre o chileno Fernando Gonzalez, cabeça-de-chave dez. Foi a 51ª vitória seguida em quadras de saibro do espanhol, que irá igualar o recorde de 53 jogos invictos do argentino Guillermo Vilas caso seja campeão em Roma. 

Já o número 1 do mundo não teve facilidade para chegar à penúltima fase da competição. Atuando contra o jovem espanhol Nicolas Almagro, Federer precisou disputar três sets e ainda quase teve de enfrentar o tie-break na terceira parcial. 

No final, o suíço venceu por 6/3, 6/7 (7-2) e 7/5. “Estou preparado para um jogo de três horas. Preciso estar”, disse Federer sobre sua semifinal contra Nalbandian, um dos poucos jogadores que superam o suíço no confronto direto: seis vitórias a quatro. “Disputo muitos jogos que não são tão longos, mas tenho que estar preparado para o inesperado”, continuou.

Nalbandian eliminou o croata Mario Ancic com um duplo 6/3. O argentino foi o único dos semifinalistas que não enfrentou nenhum cabeça-de-chave até agora.

 


Você pode gostar
Publicidade