fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Recordista deixa pista de cadeira de rodas, mas vai à semifinal dos 100m

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O brasileiro Lucas Prado, recordista paraolímpico dos 100m rasos da classe T11, deixou a pista do Engenhão de cadeira de rodas, neste sábado. Ele sentiu uma lesão durante as eliminatórias da prova nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016, precisou de ajuda para deixar o local e está sob observação do departamento médico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Lucas, que correu a 11s03 em Pequim 2008, sentiu a lesão na coxa direita na parte final de sua bateria eliminatória. Mesmo assim, foi o segundo colocado da série e garantiu vaga na semifinal com a marca de 11s64. Ele ainda não sabe se terá condições de participar da disputa, programada para as 19h58 (de Brasília) deste sábado.

O Brasil ainda terá outros dois representantes nas semifinais dos 100m T11. Ricardo Costa, medalha de ouro no salto em distância, avançou com a marca de 11s66. Já Felipe Gomes venceu sua bateria das eliminatórias com a marca de 11s22, e também conseguiu classificação.

A manhã foi boa para o Brasil na pista. Nos 100m da classe T37, Matheus Evangelista Cardoso quebrou o recorde paralímpico ao vencer sua bateria eliminatória com 11s47. A marca, no entanto durou pouco. Na série seguinte, o sul-africano Charl du Toit quebrou seu próprio recorde mundial, com 11s42. O brasileiro Paulo Pereira, com 12s23, acabou eliminado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade