Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Receoso com nível técnico, Cristóvão garante boa forma do Corinthians

Publicado

em

O Corinthians começará a se dividir entre duas competições nesta semana. Irregular no Campeonato Brasileiro, a equipe de Cristóvão Borges estreará na Copa do Brasil contra o Fluminense, na quarta-feira, em Edson Passos, com as expectativas de não sentir qualquer abalo físico e de corrigir os seus notórios problemas técnicos.

“Agora, começa essa coisa de duas competições simultâneas. A gente tem que se programar bem. Mas, em relação à parte física, o grupo se preparou muito bem para isso. O que estamos procurando é dar melhor qualidade técnica à equipe”, priorizou Cristóvão, que viu a derrota por 2 a 0 para a Ponte Preta, com desempenho pífio do Corinthians, no sábado, como um alerta.

Voltando o seu foco à Copa do Brasil após o tropeço, o comandante terá tempo para projetar a reação no Brasileiro. O próximo compromisso do Corinthians será somente em 8 de setembro, contra o Sport, em Itaquera.

“Em qualquer momento, o campeonato é duro, dentro ou fora de casa. As dificuldades são grandes. O que preocupa é a diferença de performance. Temos que jogar bem, evoluir. Em isso acontecendo, estaremos prontos para suportar essa sequência dura até o final”, vislumbrou.

Por enquanto, o Corinthians não parece pronto. Contra a Ponte, o time sofreu defensivamente e só finalizou a gol nos minutos finais, também prejudicado pela expulsão do zagueiro paraguaio Balbuena. A torcida não fez ponderações e cobrou bastante jogadores, principalmente o meio-campista Elias, e diretoria ainda no Moisés Lucarelli.

“O nosso problema tem que ser resolvido dentro de campo. É ali que resolvemos todas as coisas. A atuação não foi boa, então, logicamente, a insatisfação existe. Ficamos tristes. Queremos a mesma coisa que a torcida: jogar bem e ganhar. Estamos nesse caminho”, concluiu Cristóvão Borges, contando com um respiro a partir da Copa do Brasil.


Você pode gostar
Publicidade