Gastronomia

Grupo de Pesquisa do IFB lança Mapa Afetivo dos Cafés de BsB

A expansão do mercado de cafés especiais em Brasília levou o “food lab Comida pra Pensar”, coordenado pela professora de gastronomia do Instituto Federal de Brasília (IFB), Ana Paula Jacques, a elaborar o Mapa Afetivo dos Cafés de BsB

A expansão do mercado de cafés especiais em Brasília levou o “food lab Comida pra Pensar”, coordenado pela professora de gastronomia do Instituto Federal de Brasília (IFB), Ana Paula Jacques, a elaborar o Mapa Afetivo dos Cafés de BsB. “Quem acompanha de perto a cena cultural e empreendedora de Brasília percebeu que, nos últimos anos, surgiram diversas cafeterias, microtorrefadoras e até uma fazenda produtora de cafés especiais (ou cafés de origem controlada, como preferirem) no quadradinho”, destaca a professora. Ela reforça ainda que os baristas da capital se destacam em concursos nacionais e internacionais e já fazem “escola”, caso da barista Mari Mesquita que colaborou voluntariamente com o projeto.

O projeto mapeou as cafeterias que se alinham ao perfil “do grão à xícara”, isto é, têm contato direto com o cafeicultor, valorizam os métodos de extração da bebida e levam a história de cada produtor ao consumidor final. O levantamento foi realizado pela estudante do curso técnico de Cozinha e monitora do projeto Comida pra Pensar, Andressa Frois. “Começamos pesquisando as cafeterias que se encaixavam na chamada terceira onda do café e, rapidamente percebemos que precisaríamos expandir o recorte para novos modelos de negócio como cold brews e, até mesmo, cafés coados”, comenta a estudante Andressa.

Sendo assim, o mapa está atualizado até janeiro de 2021 e conta com 42 locais distribuídos na Asa Norte, Asa Sul e fora do Plano Piloto (Águas Claras, Lago Sul, Noroeste, Guará II, Feira dos Importados, Taguatinga e Sobradinho). Seja no Plano Piloto ou fora dele, a ideia é oferecer um guia para brasilienses e turistas recorrerem sempre que quiserem tomar um bom café. “Pensando no potencial turístico e experiencial desse roteiro, aproveitamos ainda para incluir as microtorrefações e uma fazenda produtora de cafés especiais no Lago Oeste (DF) que recebem visitas do público”, reforça a professora do IFB, Ana Paula Jacques. Além disso, o mapa conta também com uma tabela com o valor do café expresso simples de todas as cafeterias que servem a bebida nesse método.

No site comidaprapensar.com/mapa-dos-cafes-de-bsb é possível fazer o download gratuito do Mapa Afetivo dos Cafés de BsB. Para facilitar o deslocamento, os locais também foram marcados no Google Maps e o link também está disponível no site ou pode ser consultado aqui. O projeto conta ainda com o apoio do portal Visite Brasília.

Expresso, coado ou cold brew, durante o trabalho ou no momento de lazer, a sós ou acompanhado, o método de extração e o momento pouco importam. O que vale é se deliciar com a bebida que é a cara de Brasília. No IFB, somos coffee lovers, com orgulho!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

www.ifb.edu.br

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar