Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Arquitetura & Design

Como ter seu próprio espaço fitness em casa

Dicas rápidas e simples para você montar seu próprio espaço fitness em casa

Por Veridiana Arruda 18/05/2021 11h39
Como ter seu próprio espaço fitness em casa

Olá!! Esta semana eu preparei esta matéria pensando na sua saúde. Meu objetivo é te convencer a praticar uma atividade física. Muita calma! Minhas dicas também servem para você que já gosta e sabe da importância de se exercitar.

São inúmeros os estudos e artigos que falam do quanto a prática de exercícios ajuda no fortalecimento muscular, no sistema imunológico, na qualidade do sono e que além de ser saudável para o corpo é fundamental para nossa mente.

Agora na pandemia, com o isolamento social e com toda nossa readaptação ao tanto dito “novo normal” que fomos obrigados, mais do que nunca, é essencial que cuidemos do nosso corpo e mente para que fiquem em equilíbrio.
Foi pensando nesse isolamento, que surgiu a ideia de escrever dicas com alternativas para você ter um cantinho na sua casa para praticar sua atividade física preferida e não ter desculpas para não se cuidar.

Para escrever essa matéria eu contei com a ajuda de um expert na área, o preparador físico Anderson Alexandre, professor da Academia Bodytech na unidade Lago Sul.

Tipo de exercício

Primeira coisa é se perguntar: Qual meu objetivo? Qual atividade é mais importante para mim neste momento? Qual ou quais atividades eu gosto mais?

São inúmeras as opções que fazem a gente se mexer, como por exemplo, uma aula de dança, musculação, um exercício aeróbico na bicicleta, esteira, corda, Ioga e por aí vai.

Defina seu objetivo e qual atividade pretende praticar para saber quais equipamentos você irá precisar. Se você quer emagrecer, ganhar tônus muscular ou até mesmo relaxar, por exemplo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anderson Alexandre acrescenta: “Antes de iniciar a atividade física é muito importante fazer uma avaliação médica com um profissional para ter um checkup total da saúde”.

ATENÇÃO, é muito importante fazer essa avaliação prévia para saber quais os exercícios você pode praticar.

Ambiente

Agora que você já conseguiu definir o que quer praticar está na hora de pensar em qual espaço você vai escolher.
Dê preferência a um lugar bem ventilado, iluminado e que seja muito agradável.

Lembra da matéria que fiz sobre Home Office? Se você não leu, vale dar uma espiadinha lá. Aqui seguimos os mesmos princípios. Veja um lugar mais isolado onde você consiga se concentrar na hora da sua prática e também para não incomodar os outros, caso você não more sozinho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Qualquer cantinho é possível de ser transformado. Pode ser na varanda de um apartamento, em um quarto vazio, no quarto da empregada, na garagem, até mesmo no seu próprio quarto.

Se você disponibiliza de um lugar maior você pode até montar sua própria academia. Para isso a recomendação é que o espaço tenha uma área de no mínimo 2,5 metros quadrados. Mas a falta de espaço não é desculpa! Um tapetinho e equipamentos bem escolhidos podem ser guardados em um armário por exemplo.

Preparação do ambiente

É muito importante adequar o piso para sua atividade para evitar acidentes. Para quem quer montar uma academia em casa o mais recomendável são os pisos emborrachados e antiderrapantes. Hoje já existe no mercado uma variedade deles, como placas de borrachas e tatames. Dependendo da atividade você também poderá optar por um piso vinílico ou de madeira.

Esses tapetes emborrachados são ótimos para abafar o som e para absorver o impacto dos aparelhos no chão.
Invista em um espelho. No mínimo um de corpo inteiro. O espelho é ótimo para você ver sua postura na hora de executar o exercício. Lembre-se que a largura do espelho também é importante para refletir todo o movimento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aqui a dica dada pelo Anderson Alexandre: “é ter uma largura de espelho que reflita toda altura e envergadura”.
Cuidado na hora de escolher as cores para seu espaço. Cores muito escuras deixam o ambiente mais pesado atrapalhando sua disposição para seu treino. Assim, como um ambiente todo neutro.

Minha sugestão na hora de escolher as cores do ambiente, é que você opte por cores mais claras e neutras nas paredes e teto, mas invista em cores mais vibrantes nos equipamentos. As cores vibrantes nos detalhes e nos equipamentos te ajudarão se sentir mais estimulado e deixarão seu ambiente mais alegre, perfeito para seu treino.

Na hora de pensar na iluminação dê preferência a iluminação natural e indireta para que não cause desconforto na vista na hora do exercício. Prefira as lâmpadas de Led, elas não esquentam o ambiente e capriche na ventilação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

É muito bom ter um sistema de som e TV. Eles são ótimos para te estimularem e você também pode usar a TV para praticar as atividades online em tempos de isolamento social, mas lembre-se de respeitar todas as precauções que devem ser tomadas antes da prática da atividade física.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na hora de decorar o ambiente, se você pode contar com um cantinho exclusivo, vale investir em um armário para guardar seus equipamentos. Este mesmo armário pode acomodar um filtro de água, ou pode embutir um frigobar. Você também pode usar nichos nas paredes.

Coloque quadros com imagens esportivas para te estimular. Outra dica muito legal é você usar lousa para fazer as anotações do seu treino.

Na hora de escolher os aparelhos é importante saber qual atividade você vai praticar. É fundamental que se tenha o acompanhamento de um especialista, ele quem vai dizer quais os aparelhos mais adequados. Veja o que Anderson Alexandre fala a respeito:

“Preste atenção na hora de comprar os aparelhos para não gastar com acessórios que não serão utilizados.
Existem alguns aparelhos de baixo custo hoje no mercado, como por exemplo: corda, alteres, TRX, colchonete, barra e anilhas, therabands (elásticos), bola de pilates, kettlebell, para treinamentos funcionais. Mas se a pessoa pode investir um pouco mais ela pode adquirir uma esteira, remo, bike de spinning e também aparelhos multifuncionais com várias estações de musculação e que ocupam poucos espaços”.

Hoje a minha melhor dica é: se mexa! O começo não é fácil mesmo, mas depois que você sentir todos os ganhos que seu corpo está tendo com o exercício, verá que vale a pena gastar, pelo menos, uns 30 minutos do seu dia. Criar um cantinho charmoso do jeito que você gosta será muito estimulante e importante para seu desempenho e saúde.

Agora veja algumas imagens inspiradoras! E vai malhar!!






Você pode gostar