Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Música

Thiago Freesom conta sobre sua carreira e apresenta o projeto “Tudo vira Xote”

O projeto faz parte da parceria do cantor com o grupo “Trio Papudo” que se iniciou durante a pandemia

Foto|Divulgação

Thiago Freeson começou sua carreira na música ainda criança, de lá para cá foram vários instrumentos como cavaquinho, escaleta, violão e  percussão. Logo depois começou a cantar e não parou mais. O cantor que também compõe suas canções conta de onde vem suas inspirações. “Eu não paro para compor, acontece do nado, tudo se misturando, lembrando das minhas histórias, dos meus momentos felizes”.

Durante a pandemia causada pela Covid-19 o cantor não ficou parado, pelo contrário realizou vários projetos como lives, gravação de de um DVD em parceria com a Band Folia que acabou virando um CD, e ainda começou o projeto “Tudo vira Xote” em parceria com a banda “Trio Papudo”. “Cantamos tudo em xote, todo o tipo de música, caso a banda não conheça a música, simplesmente viramos o xote”.

Projeto “Tudo vira Xote”

A parceria com os meninos do “Trio Papudo” começou durante a pandemia, por questões pessoais o vocalista do grupo precisou se ausentar, o Thiago que já conhecia a banda pois sempre tocavam juntos por diversão começou a participar de alguns eventos com eles. A ideia do das músicas em xote veio do nada. “Começamos de brincadeira, cantando rock, pagode, enfim tudo em xote”, comentou Freeson.

Daí por diante começaram a apresentar a proposta para conhecidos e organizadores de eventos, no mesmo momento Freeson compôs a canção “Todo mundo gosta” que viralizou nas redes, de uma grande brincadeira começou o projeto.

A parceria já conta com alguns shows marcados para as festividades juninas de Brasília, confira:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar