Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Música

Ros4 lança single “Baby, Eu Quero Você”

Lançamento conta com clipe sensual que exalta o afeto entre pessoas negras e pessoas trans

Foto: Monique Andrade

São Paulo, janeiro de 2022 – A artista, rapper e ativista Ros4 lançou nesta quinta-feira (27) o single “Baby, Eu Quero Você”. Com influências de forró, a canção carregada de ironia é dedicada a todos os boys de aplicativo que Ros4 conheceu durante a pandemia.

“A letra é trabalhada na ironia, e a sonoridade é diferente de tudo o que já produzi”, explica Ros4. Com mixagem e masterização de Mar$al, o single é uma colaboração entre os dois artistas, periféricos e integrantes da cena independente do Distrito Federal.

Mais do que parceria de trabalho, a união entre Ros4 e Mar$al ilustra uma amizade improvável: uma travesti e um homem cis, quebrando barreiras transfóbicas ao dialogar sobre afeto entre pessoas negras e pessoas trans da periferia.

O single conta com um clipe que exala sensualidade. Nele, entre cenas de estúdio e externas, Ros4 se relaciona com Mar$al, que personifica um desses boys de aplicativo a quem a canção é dedicada.

A direção do clipe é de Gisele Lima, formada em Teoria Crítica e História da Arte na Universidade de Brasília (UnB). “Chamei a Gisele para dirigir o clipe. Ela montou uma equipe, e gravamos o vídeo apenas com 1 mil reais, que conseguimos através de uma venda de obra de arte minha, que ela mesma articulou”, conta Ros4. “Todos que participaram do clipe foram pessoas voluntárias que acreditaram na potência do projeto”, conclui.

Assista “Baby, Quero Você”:

FICHA TÉCNICA

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Produção musical: Ros4 e Mar$al

CLIPE

Direção: Gisele Lima

Filmagem/Edição de vídeo: Lowrran

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assistente de produção: Carolaine Lins, Lohanny Kayná, Mel Colonna, Monique Andrade

Sobre Ros4

Ros4 é artista visual e cantora de Rap. Ficou conhecida inicialmente como Rosa Luz por conta do seu antigo canal no YouTube, intitulado Barraco da Rosa. A artista pesquisa as fronteiras entre o autorretrato, o vídeo, a performance e a produção musical. Em 2017, lançou seu EP de estreia, Rosa Maria Codinome Rosa Luz, e em 2021, o EP visual Deyse Ex Machina.








Você pode gostar