Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Música

Herança de Prince tem valor definido e disputa judicial chega ao fim

O patrimônio do cantor e compositor, morto em 2016, foi calculado em US$ 156,4 milhões, cerca de R$ 865 milhões.

O patrimônio do cantor e compositor, morto em 2016, foi calculado em US$ 156,4 milhões, cerca de R$ 865 milhões. Foto/Reprodução

A batalha legal que tem a duração de quase seis anos sobre a herança do popstar Prince terminou, o que significa que o processo de distribuir a riqueza do artista pode começar no próximo mês. O Minneapolis Star Tribune informou que a Receita Federal e o administrador de seu patrimônio, o Comerica Bank & Trust, concordaram em fixar o valor da herança de Prince em US$ 156,4 milhões, cifra que os herdeiros aceitaram.

O valor é diferente da anterior feita pela Comerica, em US$ 82,3 milhões. A receita federal em 2020 estimou o patrimônio em US$ 163,2 milhões. Prince, que morreu por overdose de Fentanil em 2016 e não deixou testamento.

Patrimônio

Desde então, advogados e consultores têm recebido dezenas de milhões de dólares para administrar o patrimônio e planejar sua distribuição. Dois dos seis irmãos de Prince que poderiam receber a herança, Alfred Jackson e John R. Nelson, morreram desde então. Outros dois estão por volta de seus 80 anos.

“Têm sido seis longos anos”, disse L. Londell McMillan, advogado de três dos irmãos de Prince. No fim, a herança será dividida de forma quase igual entre a rica companhia de música de Nova York, Primary Wave, e os três mais velhos dos seis irmãos do ícone ou suas famílias.

A Receita Federal e o Comerica definiram a parcela de imóveis da herança de Prince. Mas a difícil tarefa de definir um valor a ativos intangíveis, como os direitos às músicas de Prince, não foi completada até o último mês de outubro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar