Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Ex-Menudo Angelo Garcia revela que foi estuprado enquanto esteve na banda

Músico lembrou episódios de crime sexual na série documental ‘Menudo: Forever Young’, que aborda bastidores do grupo

Por FolhaPress 24/06/2022 2h35
Foto|Reprodução

O cantor americano Angelo Garcia afirmou que foi vítima de estupro no período em que participou do Menudo, boy band que fez sucesso entre jovens nos anos 1980.

Em entrevista à série documental “Menudo: Forever Young”, lançada nesta quinta-feira na HBO Max, Garcia lembra um episódio em que foi estuprado por um homem em um quarto de hotel após ter ingerido bebida alcoólica e desmaiado.

“Quando acordei, estava nu e sangrando, então eu sabia que tinha sido penetrado. Fiquei muito confuso, não entendia”, disse o cantor, que participou do Menudo entre seus 11 e 14 anos de idade. O músico ainda disse que essa não foi a única vez em que sofreu abuso enquanto participou do grupo.

“Fui estuprado uma série de vezes, e essa era a maneira como os predadores se aproveitavam de mim.”
Buscando retratar os bastidores da boy band latina formada pelo empresário panamenho Edgardo Díaz, a série revelou, além dos casos de crime sexual, uma série de abusos envolvendo drogas e condições de trabalho degradantes por parte dos integrantes do grupo.

Em atividade entre 1977 e 1980, a banda Menudo foi uma das primeiras a funcionar com o conceito de rotatividade. Ao completar 16 anos, o integrante saía sem a menor cerimônia e era substituído por outro, mais jovem.

Dos 33 jovens que passaram pelo grupo, Ricky Martin foi o que teve maior sucesso posterior. Em 1998, sua canção “La Copa de la Vida” foi a música oficial da Copa do Mundo. No mesmo ano, ele ganhou o Grammy de melhor performance de pop latino com a música “Vuelve”. Em 2006, Martin foi homenageado pela mesma premiação como a personalidade do ano da indústria fonográfica latina.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar