Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Eventos

Última semana de shows de palhágica nas escolas públicas do DF

Durante todo o mês de junho, escolas do DF receberam as apresentações do espetáculo que mescla circo, teatro e mágica

De um lado, alunos envolvidos e felizes com a programação escolar. De outro, professores mais motivados, valorizados e versáteis na hora de ensinar. Esses foram os principais objetivos dos shows de Palhágica, realizados durante todo o mês de junho, em escolas públicas do DF – tanto para os alunos, como em formato de oficina; quanto para os professores. Nesta semana, a despedida da iniciativa será realizada no Recanto das Emas, nesta quinta-feira (30).

O projeto consiste numa imersão pela “Palhágica” – uma mistura de palhaçaria e mágica -, dentro de sala de aula. Essa é a proposta do espetáculo infantil “Show de Palhágica”, estrelado pelo Palhágico Chochou, interpretado pelo ator brasiliense Galileu Fontes; que ganhou espaço na rede pública do Distrito Federal, neste mês. O conteúdo multicultural tem como foco, não apenas os alunos, mas também os professores e educadores que atuam no ambiente escolar. Estudantes, de 7 a 11 anos, das regiões administrativas Recanto das Emas, Planaltina e Paranoá, foram presenteados com a programação cultural. Foram apresentados, por escola, dois shows e uma Oficina de Palhágica, destinada aos trabalhadores.

O objetivo é levar cultura e diversão para crianças em vulnerabilidade social, bem como tornar a programação escolar mais dinâmica e, a maneira de ensinar, mais versátil. Serão ao todo, durante o mês de junho, 12 shows aos alunos e seis Oficinas de Palhágica para professores e outros profissionais que atuam no ambiente escolar. O projeto é contemplado pelo FAC – Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.

“Poder apresentar o Show de Palhágica para crianças da Rede Pública é maravilhoso. É mágico poder tornar esse momento inesquecível, através do riso e do encantamento. Acredito que o sorriso é a menor distância entre dois corações e a palhágica tem o dom de atingir as pessoas, onde elas não têm defesa: no coração”, explica Galileu Fontes, idealizador e ator da iniciativa.

Sobre as Oficinas de Palhágica, Galileu conta que consiste em mais uma possibilidade lúdica para educadores usarem como artifício em suas aulas. “Nós usaremos recursos cênicos da palhaçaria e números de mágicas que possam ser facilmente aplicados à sala de aula. Por meio de jogos, exercícios teatrais e da palhaçaria, os educadores poderão ter novas perspectivas lúdicas para aplicar em sala de aula -, além de elementos do circo, que podem ser trabalhados com os alunos, como por exemplo, a mágica e o estado cômico do palhaço.

O idealizador e artista

Galileu Fontes é o “Palhágico Chochou” (palhaço e mágico). Ator e arte-educador, foi no teatro que ele viu despertar a sua maior paixão: o sorriso de uma criança, ao protagonizar os mais diversos personagens da Cia Néia e Nando, onde passou por vários espetáculos do universo infantil.

Graduado em Artes Cênicas, pela Universidade de Brasília, UnB, Galileu estudou mágica infantil, ventriloquia e palhaçaria com grandes especialistas do Brasil e do mundo. Chochou busca proporcionar uma experiência inesquecível através do equilíbrio entre profissionalismo, diversão e encantamento. O artista foi contemplado com a terceira colocação do Prêmio Web de Teatro do Grupo Tripé, como melhor espetáculo infantil do DF, no ano de 2018.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar