Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Eventos

Espetáculo ‘A Escritora e o Empalhador de Animais’ entrará em cartaz em maio no Paranoá e no Sesc Silvio Barbato (SCS)

Peça dos premiados diretor Ernandes Silva e do autor Cícero Belmar tem monólogo da atriz brasiliense Lilian França

Peça dos premiados diretor Ernandes Silva e do autor Cícero Belmar tem monólogo da atriz brasiliense Lilian França Foto/Reprodução

A violência doméstica silenciosa (gaslighting) e o grande amor pela escrita – seu subterfúgio – permeiam a história de Elvira (Lilian França), uma mulher casada há 40 anos com Benjamim. Elvira passou grande parte de sua vida sofrendo com o isolamento social, com a solidão e com todo o distanciamento e regras impostas pelo marido. A típica mulher que se identifica com um bicho empalhado vivo.  Afinal, Benjamim era também um homem que sempre gostou de empalhar animais vivos. 

Mas, como subterfúgio, na solidão, ela aproveitava a ausência do marido para escrever contos que, depois de redigidos, tinha o cuidado de rasgá-los para que ninguém os vissem. Mesmo assim, Elvira tinha um desejo secreto, de que alguém um dia descobrisse estes contos. Costumava dizer que quem escreve, manda recados. E é por meio da escrita e do seu amor pelas letras que ela percebe que nunca é tarde para recomeçar.

Com direção do premiado diretor Ernandes Silva e do dramaturgo pernambucano integrante da Academia Pernambucana de Letras (APL), Cícero Belmar, o monólogo inédito da Cia Em Comma de Teatro que tem a presença forte em cena da atriz Lilian França, A Escritora e o Empalhador de Animais estreia no dia 25 de maio no Centro de Ensino Darcy Ribeiro, no Paranoá, em sessões às 16h30 e às 20h. Logo após, dias 26 e 27 de maio, estará em cartaz sempre às 19h, no Teatro Sesc Silvio Barbato – Presidente Dutra (Edifício Presidente Dutra – Setor Comercial Sul). Gratuito. Não recomendado para menores de 14 anos. Produção: C1 Arte e Entretenimento.

A peça, que conta com o patrocínio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal por meio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-DF), revela essa mulher que, após passar 40 anos sofrendo com o distanciamento por cuidar do marido, resolve dar um basta e retomar a sua vida. Elvira, desde criança, sabia que seu dom nato era para escrita. Escrita de contos que deram origem a vários personagens. Cada um de uma forma, estas personas de seus livros contam com sua essência e exalam um pouco de um desejo reprimido.

Foto/Reprodução

“Me sinto muito honrada de voltar aos palcos após tempos tão sombrios e de apresentar essa peça que é um grito engasgado meu, da Elvira e de todas nós mulheres. Vamos gritar estes engasgos juntas!!! ”, convida a atriz Lilian França.

E esta história lírica desta mulher que procura se autoconhecer será embalada por uma trilha sonora autoral/original do compositor mineiro Caio César Costa. Ainda, figurino também original de Fátima Braga e cenografia de Ernandes Silva e equipe.  

“Os efeitos nos relacionamentos abusivos foram intensificados diante da pandemia da COVID-19 e deixaram as mulheres ainda mais encurraladas diante de seus abusadores. O relacionamento abusivo existe, é, infelizmente, um fato! Eu mesmo, como homem, tenho a honra de montar está peça que também foi escrita por um homem que admiro, o Cícero Belmar.  Nós dois, na linha de trás, quisemos as mulheres na linha de frente e pretendemos muito contribuir socialmente na campanha de combate à violência doméstica, levando arte e informação por meio do teatro”, pontua Ernandes Silva.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o diretor “Elvira chega para nos mostrar que não há idade para recomeçar, reconstruir nossas vidas e ser feliz. O abusador empalha, aniquila sua parceira ou o seu parceiro, vive usando da desculpa que fez isso ou aqui por amor, por amar demais. É preciso ficar atento aos primeiros sinais. O amor deve ser livre”.

Foto/Reprodução

Ficha Técnica:

Dramaturgia: Cícero Belmar 

Adaptação Livres, Direção Geral e Cenografia: Ernandes Silva

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atuação: Lilian França

Trilha Sonora Original: Maestro Caio César Costa

Figurino: Fátima Braga

Maquiagem: Ju Welasco

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Operadora de Luz: Tauana Barros

Cenotécnicos: Araújo Lima e Tiete Neto (Téo)

Fotografia: Humberto Araújo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Diretor de Filmagem: Adriano Ferreira

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais: Clara Camarano e Denise Camarano

Produção: C1 Arte e Entretenimento

Serviço

Espetáculo inédito A Escritora e o Empalhador de Animais

Data: 25 de maio

Local: Centro de Ensino Darcy Ribeiro, no Paranoá

Horário: 16h30 e às 20h

Local: Teatro Sesc Silvio Barbato – Presidente Dutra (Edifício Presidente Dutra – Setor Comercial Sul).

Data: 26 e 27 de maio

Horário: Sempre às 19h

Não recomendado para menores de 14 anos








Você pode gostar