fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Eventos

Antônio Nóbrega homenageia Ariano Suassuna com espetáculo na Caixa Cultural Brasília

O artista apresenta o espetáculo “Recital para Ariano” e ministra a oficina “Poesia e Romanceiro Populares Brasileiros”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O Teatro da CAIXA Cultural Brasília recebe o violinista e expoente da cultura popular brasileira, o pernambucano Antônio Nóbrega, entre os dias 21 e 24 de novembro, com o espetáculo Recital Para Ariano. A apresentação, composta por romances, poemas, martelos agalopados e toques instrumentais, é uma homenagem a Ariano Suassuna, dramaturgo, poeta, romancista, ensaísta e um dos grandes pensadores da sociedade brasileira.

“Já lá se vão mais de quarenta anos desde o momento em que Ariano convidou-me para integrar o Quinteto Armorial. Dessa ocasião até praticamente a sua morte, além da boa convivência e amizade que sempre cuidamos em manter, estabelecemos também um vínculo artístico que se materializou em algumas peças musicais.  Essas músicas foram tanto diretamente referenciadas em suas obras literárias – particularmente na Pedra do Reino – quanto, de modo indireto, inspiradas nas prazerosas conversas que tivemos ao longo dos anos. Não é por outra razão que o espetáculo também se constitui numa espécie de recital sentimental” afirma o artista.

Nóbrega realiza uma viagem musical que passa pelos romances “A Nau Catarineta”, “A Filha do Imperador do Brasil”, pelas canções “O Rei e o Palhaço” e “Canudos” e pelas peças instrumentais “Rasga” e “Ponteio Acutilado”. O artista é acompanhado dos músicos Edmilson Capelupi (violão 7 cordas, viola e cavaquinho), Edson Alves (baixo e violão), Leo Rodrigues (pandeiro, percussão e bateria), Olívio Filho (acordeão) e Zé Pitoco (sax alto, clarinete e zabumba).

Oficina

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 21 de novembro, Nóbrega ministra a oficina Poesia e Romanceiro Populares Brasileiros. No encontro, aberto ao público, ele trata do nascimento e desenvolvimento das formas e gêneros da poesia popular brasileira. Desde a quadra, trova ou quadrinha – a mais simples e universal-brasileira – até o galope à beira-mar, a mais complexa delas.  O artista aborda, também, a cantoria nordestina, o romanceiro e a literatura de cordel.

Antônio Nóbrega

O artista nasceu em Recife e começou a estudar violino aos 8 anos. Em 1971, foi convidado por Ariano Suassuna para integrar o Quinteto Armorial. A partir desse momento passou a estudar o universo da cultura popular e posteriormente a criar espetáculos de teatro, dança e música nela referenciados. Estão entre eles: Brincante, Segundas Histórias, O Marco do Meio Dia, Figural, Na Pancada do Ganzá, Madeira Que Cupim Não Rói, Pernambuco falando para o Mundo, Lunário Perpétuo, Nove de Frevereiro, Naturalmente, Húmus, Rima, o mais recente, entre outros. Recebeu inúmeros prêmios:  Shell de Teatro, Tim de música, APCA, Mambembe, Conrado Wessel, Governador do estado de São Paulo, etc. Recebeu já por duas vezes a Comenda do Mérito Cultural. Com seus espetáculos tem viajado por inúmeros países. Tem treze álbuns gravados e três Dvds. Em novembro de 1992 fundou, juntamente com Rosane Almeida, atriz, bailarina e sua mulher, o Teatro-Escola Brincante em São Paulo.

 

Serviço:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

[Música] Recital para Ariano

Local: CAIXA Cultural Brasília – Teatro da CAIXA (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Data: 22 a 24 de novembro de 2019

Horário: sexta-feira e sábado, às 20h, e domingo, às 19h

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada para estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de livro).

Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456

Classificação: 10 anos

Capacidade: 406 lugares (8 para cadeirantes)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais

[Oficina] Oficina Poesia e Romanceiro Populares Brasileiros

Local: Sala Gente Arteira CAIXA Cultural Brasília – Teatro da CAIXA (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)

Data: 21 de novembro

Horário: 19h

Ingressos: Entrada franca (respeitando o limite do local)

Classificação: 14 anos

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade