Menu
Cinema

Ariana Grande surpreendeu com sua atuação, diz diretor de ‘Wicked’

Saiu nesta quarta-feira (15) o primeiro trailer de “Wicked”, filme que mostra o outro lado de “O Mágico de Oz”.

Redação Jornal de Brasília

15/05/2024 13h00

Foto: Reprodução

DIOGO BACHEGA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

Saiu nesta quarta-feira (15) o primeiro trailer de “Wicked”, filme que mostra o outro lado de “O Mágico de Oz”, e fãs do musical que adapta o livro que deu origem ao longa devem se animar ao reconhecer algumas das cenas e músicas mais populares da atração. Em especial, “Defying Gravity”, ou “desafiando a gravidade”, canção dentre os maiores sucessos do espetáculo, que deve marcar o “grand finale” do primeiro dos dois filmes que serão lançados.

A canção aparece primeiro em alguns acordes, atiçando o público, mas o deixando sedento para ouvi-la cantada por Cynthia Erivo, atriz que interpreta Elfaba, a Bruxa Má do Oeste, personagem que sai como a grande vilã do primeiro “Oz”, mas nos mostra uma nova face em “Wicked”, em que a acompanhamos desde a juventude. Logo o piano inicial é substituído pela voz potente da atriz, no entanto, entregando aos fãs o que eles queriam.

Erivo contracena com Ariana Grande, cantora que volta aos sets de filmagem após deixá-los para se concentrar em sua carreira musical, mas que já tinha se mostrado fã do show ao lançar sua versão de “Popular” junto ao francês Mika. Se a escolha de Ariana para o papel de Glinda, a Bruxa Boa do Sul, parece arriscada, Jon M. Chu, diretor do longa que conversou com a reportagem na noite passada, parece ter se convencido de que foi a certa.

“Para ser honesto, eu não sabia como Ariana Grande seria, mas ela se envolveu completamente com a personagem. Sempre que ela vinha para as audições, ela era a Glinda, mas não a que já vimos antes. Ela seguiu essa linha tênue entre se encaixar mundo de Oz, mas sem repetir a personagem de Kristin Chenoweth [atriz que fez Glinda na montagem original da Broadway].”

O ar de novidade não está só na forma como as atrizes construíram suas personagens. A relação entre Elfaba e Glinda será explorada em mais detalhes no filme. “Tem mais cenas entre as garotas”, diz Chu.

“Nos filmes, é preciso dar mais informações para mostrar a evolução das personagens. E elas mudam tão rápido no palco que tivemos que nos aprofundar no que elas sentem e desejam.”

Como já foi dito em entrevistas, Ariana e Erivo optaram por cantar as músicas do filme durante as filmagens, em vez de utilizar gravações. Outro desafio que, segundo o diretor, foi superado pela competência do elenco.

“Quando você tem duas grandes cantoras, as músicas saem com naturalidade, do jeito que precisam sair. Não é forçado, é a linguagem delas”, ele afirma. Ele diz que mesmo cenas mais complicadas, como a de “Defying Gravity”, em que Evira teve que gravar presa a fios, saíram com facilidade.

“Eu pensei, ‘não tem como você cantar isso enquanto está nas cordas’. E ela disse, ‘John, é isso que eu faço. Eu sei onde colocar o ar nos meus pulmões. Eu tenho controle, eu consigo.'”

“Wicked” está previsto para 27 de novembro deste ano, e a segunda parte deve sair um ano depois. Além de Ariana e Evira, Michelle Yeoh, Jonathan Bailey e Jeff Goldblum fazem parte do elenco.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado