Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Cinema

5 filmes dirigidos por mulheres para conhecer

O final de semana está chegando, que tal tirar um tempinho para conhecer o trabalho incrível de cinco diretoras que estão dando o que falar.

Olivia Colman em cena do filme “A Filha Perdida”(Reprodução)

Mulheres no cinema não é algo novo, mas só recentemente que a indústria cinematográfica de Hollywood tem começado a prestar atenção em filmes feitos por diretoras. 

Aqui deixo uma lista com cinco filmes dirigidos por mulheres para você conferir. 

Nomadland

Escrito e dirigido por Chloé Zhao, o elogiado Nomadland estreou em 2020 e foi aclamado pela crítica especializada. Na última edição do Oscar o filme venceu em 3 categorias, melhor filme, direção e melhor atriz.

Após perder tudo em um colapso econômico, Fern (Frances McDormand) decide viajar com sua van pelos Estados Unidos, procurando emprego em algumas paradas, para conseguir concluir a sua caminhada. O filme aborda temas como, solitude, o preconceito que nômades recebem e como grandes empresas abusam da mão de obra para conseguir lucros de forma mais rápida.

Lady Bird: A hora de Voar

Lady Bird foi lançado em 2017, e foi o primeiro filme escrito e dirigido por Greta Gerwig e protagonizado por Saoirse Ronan. Indicado a nada mais nada menos que a 5 categorias do Oscar, incluindo melhor direção, roteiro original e melhor atriz.

No início dos anos 2000, Christine McPherson é uma jovem de 17 anos e está cursando o último ano do ensino médio, seu maior desejo é estudar em Nova York pois segundo ela, é onde tem cultura. Ao longo do ano ela passa por questões familiares, namoros, e amizades. O filme traz uma nova visão do ser jovem e de como buscar sua verdadeira essência.

Que Horas Ela Volta?

Anna Muylaert escreveu e dirigiu, este filme que já se tornou um clássico do cinema nacional, lançado em 2015 e protagonizado pelo ícone Regina Casé.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Val é uma empregada doméstica, que trabalha na casa de uma família de classe média alta, e começa a perceber como é tratada, quando sua filha chega para passar um tempo com ela. O filme é visivelmente uma crítica às desigualdades da sociedade brasileira.

Cléo das 5 às 7

Com uma fotografia belíssima que faz o espectador ficar vidrado do início ao fim. Este classico feminista do cinema frances, lançado em 1962, escrito e dirigido pela eterna Agnés Varda que faleceu em 2019.

Cléo uma e uma cantora, que acaba de fazer um exame para saber se está com câncer, o resultado sai em duas horas, nesse meio tempo, ela decide caminhar pela cidade com muitas dúvidas, superstições e pensamentos de como agir se realmente estiver doente.

A Filha Perdida

Adaptação do livro de Elena Ferrante do mesmo nome, esse filme dirigido pela atriz e agora diretora Maggie Gyllenhaal, tem dado o que falar desde o seu lançamento no final do ano passado. Ele ainda é estrelado pela vencedora do Oscar Olivia Colman.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma mulher de meia idade, decide tirar férias na praia, quando começa a ter pensamentos obsessivos por uma jovem mãe e sua família. A história é desenvolvida por  flashbacks de sua juventude, quando ainda cuidava de suas filhas pequenas. Muito elogiado, o filme mostra que uma mulher não é simplesmente uma mãe.








Você pode gostar