fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Apráticos promove conversa acerca da masculinidade tóxica em novo single “Feliz é a Estrada”

A faixa abre uma série de lançamentos da dupla brasiliense

Avatar

Publicado

em

Foto: Katarzyna Chiluta
PUBLICIDADE

Com uma poesia que transborda os limites musicais, a banda Apráticos apresenta temas densos de forma leve ao convidar todos para uma conversa sobre tabus sociais em torno do espectro da masculinidade. Flávio Delli e George Costa se reuniram (virtualmente) com influenciadores e fãs para dialogar, debater e expor os impactos das expressões masculinas tóxicas em suas vidas, o que gerou um videoclipe para uma nova música. Intitulada “Feliz é a Estrada”, a faixa teve sua gravação e produção feitas na casa de George (ouça aqui) e acompanha um videoclipe em que aborda uma série de frases que contornam o tema (assista aqui).

 

“A letra de ‘Feliz é a Estrada’ surgiu de uma depressão que eu passei após o nascimento do meu filho. Isso mesmo, uma depressão pós-parto masculina, em que demorei a pedir ajuda por vergonha de expor a minha fragilidade diante desse problema que é um tabu”, conta Flávio Delli, que experienciou a Depressão Pós-Parto Masculina, conceito ainda muito recente e pouco explorado na sociedade. Segundo o psicólogo Dan Sigley, da Universidade de San Diego (EUA), em pesquisa apresentada no Congresso da Associação Americana de Psicologia (APA), em 2018, até 10% dos homens apresentaram algum tipo de depressão, enquanto 18% deles manifestaram transtorno de ansiedade após o nascimento dos filhos.

Apesar da delicada experiência, a música só tomou forma quando George, adepto à prática de tarot, fez um jogo que os trouxe a composição do arranjo. Este foi criado a partir de elementos orgânicos, percussão e bateria corporal e vocais substituindo as cordas. “George jogou cartas de tarot para criar o arranjo e criou a melodia de acordo com o jogo, que mostrou um ser carregado de energia masculina que precisava ‘quebrar a casca’ e se embeber de uma energia feminina para se tornar um ser mais equilibrado”, revela Delli.

O single tem co-produção de João Ferreira, produtor da banda Natiruts. Em contraste com o tema, a letra e melodia leve expressam os trejeitos da dupla que, agora, abre uma temporada de lançamentos, ainda sem novas datas confirmadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Ouça “Feliz é a Estrada” aqui
Assista ao videoclipe de “Feliz é a Estrada” aqui




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade