Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Acusador de Kevin Spacey deve se revelar decide juiz

O homem que se identifica apenas como “CD” deverá se identificar, pois isso causa prejuízo à defesa do ator

Um homem que acusa o ator Kevin Spacey de abusar sexualmente dele na década de 1980, quando tinha 14 anos, não pode prosseguir anonimamente no tribunal, decidiu o juiz distrital dos EUA Lewis A. Kaplan, em Manhattan.

Segundo ele, o homem que se identifica apenas como “CD” deverá se identificar, pois isso causa prejuízo à defesa do ator. “CD” conheceu Spacey em uma aula de atuação ministrada por ele, em Nova York, antes do suposto abuso, segundo dados do processo, que busca mais de US$ 40 milhões em danos.

“CD” pode desistir da acusação caso seja obrigado a revelar a identidade, disse seu advogado.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.






Você pode gostar