fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Economia

Sinais vitais talvez não sejam preservados por tanto tempo, diz Guedes

Guedes citou as medidas tomadas pelo governo, as quais, segundo ele, preservaram mais de 5,5 milhões de empregos com programas criados

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira, 7, que “a economia está começando a colapsar” por causa da pandemia de covid-19. Em reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, representantes da indústria e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, o ministro disse que Bolsonaro sempre alertou que a segunda onda da pandemia seria o colapso na Economia.

“A indústria passou que está difícil e a economia está começando a colapsar. Ao ouvir relato de empresários, presidente disse para compartilhar com Supremo”, afirmou Guedes, que atravessou a pé Praça dos Três Poderes junto com Bolsonaro e empresários para se reunirem com Dias Toffoli.

Guedes citou as medidas tomadas pelo governo, as quais, segundo ele, preservaram mais de 5,5 milhões de empregos com programas criados.

Para o ministro, a indústria informou que poderia suportar dois ou três meses os efeitos da pandemia na economia, mas “a informação é que talvez os sinais vitais não sejam preservados por tanto tempo”, disse. “Em vez de sairmos como urso hibernado, talvez seja o caso (de) o colapso total.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Guedes informou também que pediria que o presidente vetasse o aumento de salários até dezembro de 2021 previsto como contrapartida para o socorro a Estados e Municípios. “A contribuição que pedimos era não haver aumento do funcionalismo”, ressaltou Guedes.

Marco Polo de Mello Lopes, presidente-executivo do Instituto Aço Brasil e coordenador da Coalizão Indústria, lembrou que o setor industrial representa 45% do PIB, 65% das exportações e 30 milhões de empregos diretos e indiretos. “Existe a necessidade de colocarmos a roda para rodar”, disse.

Estadão Conteúdo


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade