fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Economia

Saiba o que fazer se a 2ª parcela do auxílio emergencial for cancelada

Choque de informações tem ocasionado maior parte do cancelamento dos benefícios. Nesses caso, o erro pode ser corrigido

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

O Governo Federal colocou em prática um processo de reanálise que pode acarretar no corte das próximas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600. A Dataprev e o Ministério da Cidadania verificarão os cadastros dos beneficiários mensalmente.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou, nessa quinta-feira (28), que o choque de informações tem ocasionado a maior parte do cancelamento dos benefícios. Nesses caso, o erro pode ser corrigido.

Guimarães explica que a lei permite a interrupção do pagamento do benefício em vários situações, inclusive caso a pessoa consiga um novo emprego, por exemplo. De acordo com o Ministério da Cidadania, em casos em que existem divergências cadastrais, provocadas pela inserção de novos dados, haverá a necessidade de corrigir a situação através do acesso dos beneficiários aos sistemas oficiais. Caso a elegibilidade do CPF seja confirmada, o pagamento é liberado posteriormente.

“Importante salientar que, a evolução na verificação do processo é constante, onde são fundamentais a segurança e a agilidade para que os recursos cheguem aos que mais precisam”, relata o Ministério da Cidadania. Os cidadãos que não receberem a segunda parcela, podem acessar o aplicativo e fazer uma contestação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O portal dá acesso para que os usuários reajustem informações cadastrais. Apesar de possível, não é recomendado fazer um novo cadastro, porque isso aumentaria a possibilidade de erro no sistema. O resultado da reanálise da Dataprev pode ser contestado da seguinte forma:

  • Acesse o aplicativo da Caixa e selecione “Acompanhe sua solicitação”;
    Informe os dados cadastrais para prosseguir;
  • A Caixa vai informar por que o auxílio foi negado. Nesta tela, é possível clicar em “Nova solicitação” ou “Contestar essa informação”;
  • Acesse “Contestar essa informação”. A contestação poderá ser feita apenas uma vez;
  • Em seguida, informe os motivos da contestação e selecione o botão continuar;
  • Vai ser exibida uma declaração sobre a veracidades das informações prestadas;
  • Finalize o pedido de contestação. A solicitação será analisada pela Dataprev. É possível companhar a opção “Acompanhe sua solicitação”.

Segue abaixo os calendários dos próximo pagamentos 

 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade