fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Economia

Mercado de trabalho cria 395 mil vagas formais em outubro

País vem abrindo vagas em número cada vez maior após o corte aproximado de 1,6 milhão de postos de março a junho

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Fábio Pupo
Brasília, DF

O mercado de trabalho brasileiro registrou a abertura líquida (contratações menos desligamentos) de 394 mil vagas em outubro, o quarto saldo consecutivo no azul. Todavia, no acumulado de 2020, o saldo é negativo.

Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado nesta quinta-feira (26) pelo Ministério da Economia e que abrange apenas contratos de trabalho regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

O país vem abrindo vagas em número cada vez maior após o corte aproximado de 1,6 milhão de postos de março a junho. Em julho, foram 139 mil postos abertos. Em agosto, 244 mil. Em setembro, 313 mil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No mês, o melhor desempenho foi de serviços (com 156 mil vagas abertas), seguido por comércio (115 mil), indústria (86 mil) e construção (32 mil). Por outro lado, a agricultura fechou vagas (menos 120 postos).

No acumulado do ano de 2020, foi registrado saldo negativo de 171,1 mil empregos, decorrente de 12.231.462 admissões e de 12.402.601 desligamentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar disso, o ministro Paulo Guedes (Economia) tem dito que os números devem desacelerar. Segundo ele, o país deve fechar o ano com perda de 300 mil empregos. “O Brasil está voltando com força, acelerando o ritmo de criação de empregos. Nem acredito que isso seja sustentável”, afirmou há cerca de duas semanas.

As informações são da FolhaPress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade