Siga o Jornal de Brasília

Economia

Mais de 1,1 milhão de vagas na indústria foram cortadas entre 2014 e 2017

De acordo com pesquisa feita pelo IBGE, as vagas diminuíram em 12,5% e os salários caíram aproximadamente 14,7% entre 2014 e 2017

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Aline Rocha
redacao@grupojbr.com

Uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que, entre 2014 e 2017 a indústria brasileira cortou cerca de 1,1 milhão de vagas, o equivalente a uma queda de 12,5% no período. Além disso, as vagas que ainda permaneceram tiveram queda de 14,7% nos salários.

O IBGE indica que, em 2017, 7,7 milhões de brasileiros trabalhando na área industrial, representando 12,5% a menos que em 2014. A informação foi obtida por meio da pesquisa de Indústria Anual. As indústrias de transformação foram destaque na queda e perderam o equivalente a 2,4% de vagas em apenas 10 anos. Em contrapartida, indústrias extrativas cresceram 22,1% no mesmo período.

Os segmentos com maior queda nos postos de trabalho entre 2008 e 2017 foram os de extração de carvão mineral, fabricação de coque, produtos derivados de petróleo e biocombustíveis e fabricação de produtos de madeira. Os que mais cresceram foram os de extração de petróleo e gás, extração de minerais metálicos e fabricação de bebidas. A média é que cada empresa industrial tenha empregado cerca de 24 pessoas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o IBGE, a fabricação de produtos alimentícios continua sendo a atividade mais importante. Por isso, ampliou a participação na receita total da indústria brasileira, saindo de 16,1% e passando para 22,9%.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade