fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Economia

Educação recua 3,47% e gera alívio no IPCA de agosto, mostra IBGE

A suspensão das aulas presenciais por conta da covid-19 fez várias instituições de ensino concederam descontos nos preços das mensalidades

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Os descontos nas mensalidades escolares em decorrência da pandemia e captados apenas em agosto ajudaram a conter em 0,22 ponto porcentual a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no mês, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os gastos com Educação recuaram 3,47%. A suspensão das aulas presenciais por conta da covid-19 fez várias instituições de ensino concederam descontos nos preços das mensalidades, que foram devidamente apropriados no IPCA de agosto.

Os preços dos cursos regulares recuaram 4,38%. A maior queda foi observada na pré-escola (-7,71%), seguida por cursos de pós-graduação (-5,84%), educação de jovens e adultos (-4,80%) e creches (-4,76%).

O IPCA subiu 0,24% em agosto, mas a alta teria sido de 0,48% se neutralizada a queda dos cursos regulares, calculou Pedro Kislanov, gerente do Sistema Nacional de Índices de Preços do IBGE.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O IBGE avalia fazer nova coleta de preços de educação em dezembro deste ano, caso as aulas presenciais sejam retomadas.

“A gente vai aguardar até o fim do ano, estamos avaliando isso”, disse Kislanov. “Havendo volta de aulas presenciais, faremos nova coleta em dezembro, para captar tudo este ano”, acrescentou

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade