fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Economia

Caixa abre cadastro para trabalhadores receberem auxílio

Para se cadastrar, basta acessar o site e preencher dados pessoais. Banco deve divulgar calendário de pagamento ainda hoje

Avatar

Publicado

em

Caixa
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A Caixa Econômica Federal disponibilizou o site para os trabalhadores informais do país realizarem cadastro para ficarem aptos a receber o auxílio emergencial de R$ 600, que será disponibilizado pelo Governo Federal. Só é necessário se cadastrar aquele trabalhador que não está no Cadastro Único (CadÚnico).

Para se cadastrar, basta acessar o site e preencher dados pessoais (nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe). Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou app da Caixa.

A expectativa é de que às 9h desta terça (7), o presidente da Caixa, junto com o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciem o calendário de pagamento do auxílio. 

Sobre o auxílio

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Quem tem direito

O auxílio é destinado a maiores de idade que não têm emprego formal, não recebe benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem recebe Bolsa Família poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. Neste período, o Bolsa Família ficará suspenso. O benefício no valor de R$ 600 será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$1.200.

Além disso, quem tem renda familiar mensal per capita (por pessoa) de mais de meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de mais de três salários mínimos (R$ 3.135,00) não tem direito ao auxílio, bem como aqueles que tiveram renda de mais de R$ 28.559,70 em 2018.

As pessoas que não estavam no Cadastro Único até 20/03, mas que têm direito ao auxílio poderão se cadastrar no site ou pelo app da Caixa.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade