fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Economia

Auxílio emergencial: aproximadamente 11 milhões de cadastros continuam em análise

O auxílio emergencial do governo federal foi liberado para desempregados, trabalhadores informais, microempreendedores individuais, intermitentes e toda população de baixa renda

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nesta segunda-feira (1º) a Caixa Econômica Federal comunicou que aproximadamente 11 milhões de brasileiros ainda se encontram em processo de análise ou reanálise para receber o auxílio emergencial de R$ 600.

“Assim que a Dataprev terminar a análise e o benefício for validado pelo Ministério da Cidadania, nós receberemos as informações dos novos elegíveis e vamos pagar a primeira parcela”, afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Segundo o banco, 106,8 milhões de cadastros  foram registrados para receber o benefício. 42,2 milhões deles foram negados. Entre eles, há 5,3 milhões em reanálise e outros 5,6 milhões estão no primeiro processo de avaliação.

Guimarães lembrou que mesmo com dificuldades, boa parte da população já recebeu o benefício do governo. “Mais de metade da população brasileira se cadastrou para o recebimento desse benefício. 59 milhões já foram aprovados e temos 10,9 milhões em análise”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil conta com cerca de 211 milhões de habitantes.

O auxílio emergencial do governo federal foi liberado para desempregados, trabalhadores informais, microempreendedores individuais, intermitentes e toda população de baixa renda.

 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade