Siga o Jornal de Brasília

Concursos & Carreiras

Últimos dias de inscrição no concurso da Marinha para o Colégio Naval

Com oferta de 190 vagas, concurso da Marinha 2019 para admissão ao Colégio Naval tem chances para jovens do sexo masculino que possuem ensino fundamental e idade entre 15 e 17 anos

Terminam nesta quarta-feira (29) as inscrições do concurso da Marinha destinado a preencher 190 vagas para admissão ao Colégio Naval em 2019.

Podem participar jovens do sexo masculino com idade entre 15 e 17 anos (até 1º de janeiro de 2020) e ensino fundamental completo ou em fase de conclusão.

Sediado em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, o Colégio Naval prepara estudantes para ingresso no curso de graduação da Escola Naval, onde são formados os oficiais da Marinha.

Como se inscrever

Com taxa de R$ 105, as inscrições para o concurso da Marinha podem ser registradas por meio da internet (www.ingressonamarinha.mar.mil.br) ou em postos presenciais instalados em 23 cidades.

O atendimento ocorre em unidades instaladas no Rio de Janeiro/RJ, Angra dos Reis/RJ, Nova Friburgo/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, Santana/AP, Parnaíba/PI, Santarém/PA, São Luís/MA, Rio Grande/RS, Porto Alegre/RS, Paranaguá/PR, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Brasília/DF, Santos/SP, São Paulo/SP e Manaus/AM.

Avaliação

A primeira etapa terá redação e prova objetiva sobre português, matemática, inglês, estudos sociais e ciências, com aplicação prevista para a primeira quinzena de agosto, em todas as cidades habilitadas para inscrição presencial.

As outras fases do concurso da Marinha incluem verificação de documentos, avaliação psicológica, inspeção de saúde e teste de aptidão física, entre setembro e outubro. O início do curso está agendado para 3 de fevereiro de 2020.

Ciclo escolar

Enquanto cursam o ensino médio, os alunos do Colégio Naval recebem também formação militar. O ciclo escolar tem duração de três anos e ocorre em regime de internato, de acordo com o edital do concurso da Marinha.

Durante o período de estudos, os jovens contam com bolsa mensal de R$ 989, alojamento, alimentação, uniforme e assistências médica, odontológica, psicológica, social e religiosa.

O que estudar para a prova

Confira algumas disciplinas que serão cobradas na prova do concurso da Marinha para o Colégio Naval:

Português – GRAMÁTICA – Vocabulário: sinonímia, antonímia, homonímia, paronímia e aspectos semânticos dos vocábulos – polissemia; Classes de Palavras: emprego e flexões, casos particulares; Os Termos da Oração; O Período Composto por Coordenação e Subordinação: valores semânticos; Sintaxe de Concordância (nominal e verbal); Sintaxe de Regência (nominal e verbal): casos particulares, função e emprego dos pronomes pessoais e relativos e uso do sinal indicador de crase; Sintaxe de Colocação Pronominal; Sintaxe de Pontuação; Acentuação Gráfica; e Ortografia: emprego de letras e problemas gerais da língua padrão. INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS. REDAÇÃO.
Inglês –Reading Comprehension; Nouns (Countable and uncountable); Pronouns (subject, object, demonstrative, possessive adjective and possessive); Articles (definite and indefinite); Adjectives (comparative and superlative); Adverbs (manner, modifier and frequency); Prepositions (time and place); Verb tenses (Infinitive, Imperative, Simple Present, Present Continuous, Immediate Future, Simple Past and Past Continuous) – Affirmative, negative, interrogative forms and short answers; There be; Can; Quantifiers; Genitive Case; Word order; WH-questions.

Estudos sociais – GEOGRAFIA DO BRASIL – O Espaço Brasileiro: relevo, clima, vegetação, hidrografia e solos; A Questão Ambiental: a política ambiental e os caminhos para o desenvolvimento sustentável; A Formação do Território Brasileiro: a economia colonial e a expansão do território, a integração territorial; O Modelo Econômico Brasileiro: a estrutura industrial, o espaço industrial, a exploração dos recursos minerais e a política energética, a indústria de turismo (perspectiva para a economia brasileira); A Dinâmica da Agricultura: a organização do espaço agrário, a luta pela terra e produção agrícola nacional; As Estruturas dos Transportes e Comunicações; A População Brasileira: a formação étnica, as migrações interregionais, êxodo rural e urbanização, a população e o mercado de trabalho, o crescimento populacional, a estrutura da população, a política demográfica, a distribuição de renda, a questão indígena; A Urbanização: redes urbanas, o processo de urbanização, o espaço das cidades, especulação imobiliária e a segregação urbana, os movimentos sociais urbanos; As Questões Regionais: as divisões regionais, região e políticas públicas, os desequilíbrios regionais; O Brasil na Economia Global: globalização e privatização, a revolução técnicocientífica e a economia brasileira; Dívida Externa e Interna; O Brasil e o Mercosul; A Relação Brasil – ALCA (Associação de Livre Comércio das Américas); O Brasil e o Mercado Mundial; Política Externa Brasileira no Mundo Globalizado; As Relações Diplomáticas do Brasil com os Países de Língua Portuguesa; A relação do Brasil e os Organismos Internacionais – ONG’S, ONU, OIT e Direitos Humanos; O Brasil na OMC (Organização Mundial do Comércio).

HISTÓRIA DO BRASIL – Expansão Ultramarina Portuguesa e chegada ao Brasil; Da organização da Colônia ao Governo Geral; Expansões Geográficas: Entradas e Bandeiras, conquista e colonização do Nordeste, penetração na Amazônia, conquista do Sul, Tratados e limites, Guerras no Sul; Invasões Estrangeiras no Período Colonial; A Economia Colonial: os ciclos do Pau-Brasil, açúcar, gado e mineração, o africano no Brasil; Sedições e Inconfidências: movimentos nativistas, Conjuração Mineira e Baiana; A Vida Cultural e Artística nos Séculos Coloniais; A Corte no Rio de Janeiro: a presença da Corte Portuguesa no Brasil: realizações político-sociais; Da Independência ao fim do Primeiro Reinado: a Guerra Cisplatina, as dificuldades econômicas e as agitações políticas; Período Regencial: lutas civis, atividades políticas e maioridade; Segundo Reinado: pacificação das lutas internas, a conciliação política e tentativas de industrialização; Segundo Reinado: política externa; Segundo Reinado: situação econômica, desenvolvimento cultural e artístico, a questão dos escravos e a campanha abolicionista, a igreja e a questão dos bispos; Brasil República: causas da queda do trono e a República da Espada; A República Velha: o governo das oligarquias cafeeiras (a situação social, política e econômica); A Revolução de 1930 e o Estado Novo: a Era de Vargas; A Era Populista: a situação interna e externa do Brasil, de Eurico Dutra a João Goulart; Os Governos Militares: de Castelo Branco a João Batista Figueiredo; e A Nova República.

Você pode gostar
Publicidade