Siga o Jornal de Brasília

Concursos & Carreiras

Experiências no exterior estimulam a liderança

As oportunidades de trabalho em geral estão nos setores de Marketing, Administração, Tecnologia da Informação, Design e Desenvolvimento de Negócios

Publicado

em

Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Um dos modelos de intercâmbio profissional oferecidos pela AIESEC promove uma imersão em incubadoras, startups e aceleradoras de negócios com tempo de duração de seis meses a um ano. A modalidade, não remunerada, exige que o aluno tenha inglês intermediário, além de alguma experiência na área de atuação escolhida.

Já o Talento Global, contempla um período que vai de 3 a 12 meses e permite ao jovem um estágio em grandes empresas. Nesse programa há uma bolsa-auxílio para cobrir os custos básicos durante o período e os pré-requisitos são inglês avançado, experiência prévia na área e ensino superior.

Reconhecida pela UNESCO, a AIESEC é uma organização sem fins lucrativos que realiza a ponte entre jovens brasileiros que buscam experiências de trabalho internacionais e empresas do exterior. O movimento de procura por vagas fora do Brasil cresceu, e de janeiro a agosto deste ano, cerca de 600 jovens optaram por viagens com o objetivo de aperfeiçoar a carreira. As cidades que mais enviaram pessoas foram Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza e Porto Alegre.

As vagas se estendem para candidatos com idades entre 18 a 30 anos e tem como principais objetivos o desenvolvimento de liderança em ambientes desafiadores e multiculturais, a criação de habilidades técnicas, além de tirar os jovens da zona de conforto.

“Estar em um ambiente de trabalho em outros países é enriquecedor para a evolução prática e cultural”, explica Layanne Paixão, Diretora de Relações Públicas da AIESEC Brasil.

As oportunidades de trabalho em geral estão nos setores de Marketing, Administração, Tecnologia da Informação, Design e Desenvolvimento de Negócios. Um dos benefícios dos programas, é que a AIESEC proporciona a acomodação do jovem na casa de nativos, em hotéis ou apartamentos compartilhados com outros jovens em países como Egito, Ucrânia, Argentina, México e Peru.

Para participar dos projetos é necessário se cadastrar no site, que a organização entra em contato para tirar dúvidas e indicar vagas. O currículo deve ser escrito em inglês e, uma vez selecionado, é direcionado para entrevistas.

Em todas as modalidades de intercâmbio, os jovens passam por processos seletivos sem custos e, ao serem aprovados, precisam realizar o pagamento de uma taxa com preços acessíveis, que variam de R$ 1.810 a R$ 2.545. Os projetos também contam com auxílio-transporte e uma curadoria prévia – realizada pela AIESEC Brasil – para garantir que o jovem ocupará uma vaga de acordo com seus conhecimentos e habilidades.

Ambos os programas também exigem que o jovem possua um seguro-saúde e a organização nesse sentido, conta com parcerias que ajudam nesses custos e oferecem descontos, para certificar o bem-estar do participante durante todo o período de vivência internacional.


Você pode gostar
Publicidade