Siga o Jornal de Brasília

Teatro e Dança

“Os Melhores do Mundo” volta a Brasília neste fim de semana

Às vésperas de completar 25 anos de carreira, grupo se apresenta “em casa”

Publicado

em

Os Melhores do Mundo
PUBLICIDADE

Por Guilherme Gomes e Gabriella Gallo
Agência de Notícias UniCEUB / Jornal de Brasília

A companhia de comédia “Os Melhores do Mundo” estará em cartaz neste final de semana no espaço cultural Caesb em Águas Claras com a peça “Notícias Populares”, uma das mais emblemáticas do grupo.  Prestes a comemorar 25 anos de carreira, o grupo composto por Adriana Nunes, Adriano Siri, Jovane Nunes, Ricardo Pipo, Victor Leal e Welder Rodrigues, se apresenta nesta sexta e sábado (16), às 21h. No domingo (17), o espetáculo acontece às 20h. Os ingressos estão à venda no https://www.bilheteriadigital.com/noticias-populares-cia-de-comedia-os-melhores-do-mundo-15-11-as-21h-15-de-novembro e lojas do Açaí Artesanal. 

“Notícias Populares” é um espetáculo de 1997 que conta com cenas explosivas e personagens marcantes. Em 2006, a peça foi responsável pela grande virada do grupo quando em uma entrevista no Programa do Jô, a cena de Joseph Klimber foi apresentada. Após uma explosão vertiginosa de visualizações, o grupo passou a ocupar as maiores e mais importantes salas de espetáculos do país.

“Esse texto foi escrito por mim e pelo Vítor. Na época, tinha um filme chamado ‘O Fugitivo’, que era uma história com o Harrison Ford. Ele até chamava Dr. Climber. Ele não desistia nunca, essa era uma referência. Outra referência era que na época estava começando esse negócio de livro de auto-ajuda, então era uma febre. Até hoje tem, mas na época foi um boom disso. Então juntou auto-ajuda com esse cara que não desistia nunca, foi uma inspiração também”, contou o ator Jovane Nunes sobre a cena de Joseph Klimber. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A companhia de comédia passou 10 anos se apresentando no Teatro dos Bancários, mas dessa vez mudou o local do espetáculo para Águas Claras. “O Teatro da Caesb é um lugar legal, confortável, e bom pro público. Águas Claras é uma cidade grande, bacana”, explicou Jovane. 

Desde 1995 em cartaz, o grupo já percorreu o país inteiro diversas vezes com seu repertório autoral, mas Brasília tem um gosto especial. “A diferença do público de Brasília é que aqui é a nossa casa, é como o time que joga em casa. Então além das pessoas daqui gostarem do grupo, elas tem o sentimento de pertencimento ‘Isso aqui é nosso, isso aqui é da nossa cidade e tal’ e a gente curte muito isso, então fazer peça aqui tem essa diferença”, afirmou Jovane Nunes. 







Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade