Siga o Jornal de Brasília

Teatro e Dança

Festival lança edital para seleção de performances e expositores em Brasília

Festival Bravas Brasil será realizado no dia 13 de novembro, e tem objetivo de conscientizar sobre a importância de proteção à vida das mulheres e combate à violência

Publicado

em

Publicidade

O mês de novembro é marcado por diversas lutas, entre elas, a “Luta Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher”. Para relembrar que é possível erradicar o feminicídio e punir de forma eficaz os agressores, o projeto Bravas Brasil realizará um festival de música, arte e performances, que busca conscientizar sobre a importância de proteção à vida das mulheres e combate à violência. A primeira edição do projeto em formato de festival musical acontecerá dia 13 de novembro, quarta-feira, no Complexo de Contêiner YURB, em Brasília, com o tema “Em defesa da vida das mulheres”, tendo como objetivo principal a difusão da cultura de paz, o fomento ao empoderamento e engajamento nas lutas das mulheres através da música.

A programação ainda em construção, já conta com a banda Romanov que realizará a abertura, e com discotecagem em doses medidas de rock and roll, com a DJ Vivi Seixas, que é uma entusiasta da house music. Para compor a programação, o Bravas Brasil lançou um edital, que estará aberto até 07 de novembro, selecionando expositores e artistas que tenham performances preferencialmente ligadas à temática, como dança, música, artesanatos e muito mais. A participação se dá de forma colaborativa. Interessados devem acompanhar o instagram e facebook do evento: @bravasbrasil, ou acessar o seguinte link: http://bit.ly/2pFPGE2


O evento é organizado por BRAVAS mulheres que unem forças, expertises e talentos, na captação de parcerias para a realização de ações que visam por meio da expressão artística, chamar a atenção da sociedade para os graves problemas: importunação sexual, violência online, estupro, feminicídio e violência doméstica.

Defesa da Vida das Mulheres

As denúncias de violência, assédio moral e assassinatos contra as mulheres aumentam consideravelmente a cada momento. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as taxas de mortes violentas motivadas por “condição” de gênero no Brasil é a quinta maior do mundo. Para se ter ideia, somente no Distrito Federal os dados da Secretaria de Segurança Pública apontaram que entre janeiro e outubro deste ano, quase 60% (2.395) dos 4.147 casos de notificação de violência feitos à Secretaria de Saúde foram contra pessoas do sexo feminino. A Lei Maria da Penha foi criada sob recomendação da Corte Interamericana de Direitos Humanos para agilizar e priorizar os casos julgados de violência contra a mulher, por se tratar de “grave violação de direitos humanos” (art. 6º). Nesses 13 anos de sua promulgação, a violência doméstica só aumentou e o número de agressores punidos é irrelevante diante do número de boletins de ocorrências registrados.

Serviço:

Edital Bravas Brasil – em defesa da vida das mulheres

Edital para selecionar expositores e artistas que tenham performances ligadas à temática da defesa das mulheres

Quando? até 07 de novembro

Onde? http://bit.ly/2pFPGE2


Você pode gostar
Publicidade