Siga o Jornal de Brasília

Teatro e Dança

Festival “Dança em Trânsito” acontece no CCBB

Espetáculos brasileiros e de companhias da Espanha e França acontecem no Centro Cultural Banco do Brasil, de 5 a 7 de setembro

Publicado

em

Publicidade

O Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília recebe, de 5 a 7 de setembro, o Dança em Trânsito 2019, XVII Festival Internacional de Dança Contemporânea, que reúne espetáculos e artistas do Brasil,  além de companhias da Espanha e França. 

O festival itinerante, produzido pelo Espaço Tápias e que circula pelo RJ, GO, SC, RS, DF e finaliza em Paris (França), não se limita a espaços convencionais como teatros, e promove uma ocupação da arte também em paisagens urbanas, levando o fazer artístico para além dos limites de espaços comumente reservados à dança.  

Assume um formato que une espetáculos e plateia em um casamento orgânico, transporta o artista para “onde o povo está”, intervindo na pulsação dos ritmos citadinos e na rota dos transeuntes.  No Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), o festival  ocupa o teatro I e a área externa, espaços de convivência aberta intensamente frequentados pelo público.  

Na abertura, dia 5, o espetáculo Água, do espanhol Chey Jurado, Bailarino/performance multidisciplinário, mescla estilos de dança urbana,  ocupando o espaço externo. Na sequência, o Ateliê do Gesto, de Goiânia, apresenta Dança Boba, no Teatro do CCBB.  O espetáculo traz a construção de danças a partir de jogos de improviso nos corpos de dois intérpretes. Embalados por um universo sonoro recheado de texturas, uma linha dramatúrgica e poética tece camadas que potencializam e revelam a gestualidade construída a partir de uma gestação de afetos. 

Na sexta, 6, O azul do céu me determina, da companhia carioca Referência em Arte,  será encenado na área externa do centro cultural, às 19h. A profunda intimidade de Manoel com as coisas da terra, com os cheiros e hálitos que marcaram sua infância, se traduz com imensa simplicidade nos poemas do livro, são base para as descobertas coreográficas que Flávia Tápias transforma, por meio do corpo de Renata, numa narrativa que ondula como um rio entre pedras, lodo, bichos, plantas e lembranças, até entrar em estado de árvore.   E a programação da noite continua no Teatro,às 20h,  com duo da companhia francesa  CIA “À FLEUR DE PEAU”, com a montagem Un Ange passe-passe ou Entre Les Lignes Il Y a um Mode. O mote traz questões sobre a comunicação. “Se consideramos o silêncio como a estaca zero da comunicação, é interessante nos questionarmos sobre a importância de uma comunicação além das palavras. Como se fazer entender neste mundo onde a comunicação é praticamente onipresente, mas se resume quase sempre num diálogo de surdos?”.

E para encerrar a passagem do Dança em Trânsito por Brasília, no dia 7,  às 15h30, o Grupo Tápias, do Rio de Janeiro, apresenta o infantil Creme do Céu. No enredo, a queda acidental de uma estrela na Terra é o ponto de partida para o espetáculo.  Criado originalmente em 2017, na França, pelo Grupo Tápias, a apresentação reúne dança, teatro e videoarte e ganha uma nova versão brasileira, em 2019. E às 16h30, no espaço aberto, o solo Bolero de 4, de João Neto (Salvador/BA).  O espetáculo faz um diálogo entre os princípios da dança contemporânea e as técnicas esportivas de bicicleta BMX. Esta mistura estética desloca o esporte para o ambiente artístico e vice-versa.

E logo após,  o público poderá apreciar o resultado da residência da Cia “À fleur de Peau” / Brasil e França, De Corpo a Corpo – A Transmissão, realizada no Rio de Janeiro neste edição do festival .                            
 Em 2019, DANÇA EM TRÂNSITO abraça também o Festival Tápias, que foi um dos maiores festivais do gênero em nossa cidade, integrando o calendário de eventos culturais do Rio de Janeiro. Há 10 anos interrompido, o Festival Tápias volta como uma das veias do DANÇA EM TRÂNSITO, evento anual, também idealizado e realizado pelo Espaço TápiasPassa a identificar-se como Festival de Dança do Rio – Tápias, e passa a apresentar, também, o  Festival de Esquetes de Teatro – Tápias .


Você pode gostar
Publicidade