Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Palestra mergulha nos desafios de Ex África nesta terça

Beatriz Castilho
[email protected]

“O desafio consiste em identificar artistas e obras que dão conta da complexidade e diversidade do continente”. A dificuldade em questão foi colocada por Alfons Hug, em entrevista ao JBr., e diz respeito à complexidade de selecionar obras para a maior mostra de arte contemporânea africana no Brasil. Responsável pela curadoria da exposição Ex África, o alemão palestra hoje sobre a arte de escolher as mais de 90 peças para a composição.

Ex África segue em cartaz até 21 de outubro, no Centro Cultural Banco do Brasil. A palestra acontece hoje, às 19h, no auditório do CCBB. A entrada é franca, mediante retirada de senha, a partir de 17h, na bilheteria.

Iniciando a conversa às 19h, Alfons conta com ajuda de Dalton Paula para abordar temas que vão desde critérios de montagem à produção artística atual. Dono de obras relacionadas à herança africana na cultura brasileira, o brasiliense está entre os 20 artistas reunidos na mostra. Juntamente com Arjan Martins ele integra a parcela brasiliense entre os nomes.

Ao todo, Ex África recebe mais de 200 peças que viajam entre escultura, fotografia, cinema e pintura. “O objetivo é apresentar um retrato do momento artístico atual do continente. Todos os artistas que compõem a exposição têm em comum a qualidade da obra, a relevância dentro do discurso contemporâneo, e um futuro muito promissor”, finaliza o curador.

Serviço:

Palestra com Alfons Hug e Dalton Paula
Quando: Nesta terça (28), a partir das 19h
Onde: Auditório do Centro Cultural Banco do Brasil (Setor de Clubes Esportivos Sul)
Entrada franca
Informações: 3108-7600
Classificação livre

Você pode gostar
Publicidade