fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Nova edição do projeto “Venha Dançar” acontece nesta sexta

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O projeto “Venha Dançar” agita Brasília nesta sexta (7), a partir de 20h, no do Minas Hall. A casa recebe a Brasília Popular Orquestra (BRAPO) para uma noite de diversão feita para agradar a todas as idades. Os ingressos custam R$ 50 e a classificação indicativa é 16 anos.

Considerada uma das mais belas casas da capital federal, o espaço Minas Hall é o novo parceiro do projeto Venha Dançar e tem vista privilegiada para o Lago Paranoá, além de contar com estrutura preparada para garantir o conforto do público. “Essa é uma das nossas grandes preocupações: oferecer entretenimento de qualidade ao lado de um atendimento de excelência e de um ambiente confortável e seguro para os apreciadores do nosso evento”, explica Dilmar Mattos, produtor cultural de renome no país e idealizador do Venha Dançar.

Com o slogan “onde a música, a dança e o bom gosto se encontram”, o projeto reúne tanto a velha guarda quanto jovens que tenham um gosto musical inspirado nas décadas de 30 a 80. “A época em que a música tinha alma, cor e harmonias perfeitas”, relembra Dilmar ao falar sobre o período em que as big bands reinaram. “A BRAPO tem a proposta de aumentar o acesso a um tipo de música que parecia esquecido pelo público brasiliense, o que combina perfeitamente com o nosso propósito e fortalece essa parceria que já dura mais de trinta anos”, completa o produtor.

A Orquestra será regida pelo maestro e clarinetista Manoel Carvalho, conhecido por desenvolver um trabalho significativo junto a orquestras nacionais e internacionais, como a Tabajara, de Severino Araújo, e as dos norte-americanos Tommy Dorsey, Duke Ellington e Henri Mancini.

Sobre o projeto Venha Dançar

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Projeto Venha Dançar teve sua primeira edição em 1987, no antigo Gran Circo Lar, onde hoje é o Complexo Cultural da República. Era o começo do projeto Venha Dançar, que, seguiu firme por longos anos, e, depois de breve interrupção, foi retomado em abril deste ano, voltando a trazer a animação dos bailes tradicionais para a Capital Federal. “Foram tempos memoráveis que queremos resgatar com ainda mais sofisticação e bom gosto”, aponta Dilmar. Os bailes reuniam cerca de três mil pessoas que dançavam ao som de renomadas orquestras brasileiras, como a octogenária Orquestra Tabajara – Patrimônio Imaterial do Estado do Rio de Janeiro, além das orquestras Valdir Calmon, Maestro Cipó, Passaport, Brappo e outras.

Sobre a Orquestra – A Brasília Popular Orquestra (Brapo) ganhou os palcos de Brasília no final de 1982 e desde então não parou mais. Criada pelo Maestro Manoel Carvalho de Oliveira, que é bacharel em clarineta, licenciado em música pela Universidade de Brasília (UnB) e um grande apreciador do jazz, a Brapo é hoje uma referência em Brasília.

Serviço

Data: 7 de outubro
Hora: a partir de 20h
Local: Minas Hall-localizado no Setor de Clubes Norte – Brasília
Ingressos: R$ 50
Informações: (61) 98234-6675/99108-4745 | www.venhadancar.com.br
Classificação indicativa 16 anos


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade