Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

New York Times exalta obra de Machado de Assis

Publicado

em

Da Redação
cultura@grupojbr.com

Considerado um dos maiores nomes da literatura brasileira, Machado de Assis (1839-1908) se tornou conhecido nos Estados Unidos durante os anos 1950, quando três de seus romances – Memórias póstumas de Brás CubasDom Casmurro e Quincas Borba – apareceram pela primeira vez em tradução para o inglês.

A editora americana Liveright acaba de lançar seleção de 76 contos do escritor intitulada “The Collected Stories of Machado de Assis”, com tradução de Margaret J. Costa e Robin Patterson.

No prefácio da obra, o crítico americano Michael Woods invoca Henry James, Henry Fielding, Anton Chekhov, Vladimir Nabokov e Italo Calvino – em apenas dois parágrafos.

Crítica publicada nessa quarta no jornal americano The New York Times exalta obra de autor carioca, considerado Machado “um mestre da narrativa do Brasil do século 19, herdeiro de gigantes e totalmente sui generis”. Leia crítica do Times aqui

 

 


Você pode gostar
Publicidade