Siga o Jornal de Brasília

Literatura

Mamulengo e Cordel se unem em apresentação em Taguatinga

O Romance do Pavão Misterioso, clássico escrito por José Camelo de Melo, será interpretado pelo grupo brasiliense Mamulengo Sem Fronteiras, com apresentação no dia 25 de setembro, em Taguatinga

Publicado

em

Foto: Davi Mello
Advertisements

A Literatura de Cordel é um gênero literário popular muito antigo e difundido em todo o Brasil, principalmente no Nordeste. O cordel atravessa o tempo, com seus clássicos ainda vivos e perpetuados. Um dos mais renomados é o Romance do Pavão Misterioso, escrito há quase 100 anos por José Camelo de Melo, sendo um dos mais vendidos no nordeste brasileiro e que inspirou diversas novelas de televisão, animações, canções e peças de teatro. Em Brasília, o grupo Mamulengo Sem Fronteiras adaptou a história, fazendo uma releitura da obra, que será apresentada no mês de setembro, unindo o cordel e o teatro de bonecos em uma rica e divertida brincadeira. A peça está sendo montada desde janeiro e, depois de circular pelo DF em escolas, passando pelo Riacho Fundo II, Brazlândia, Plano Piloto e Estrutural, chega em apresentação aberta ao público no dia 25 de setembro, quarta-feira, às 20h, no Teatro Sesi Yara Amaral de Taguatinga, com entrada franca e livre.

O Romance do Pavão Misterioso
O enredo do Romance do Pavão Misterioso é a aventura de um rapaz, chamado Evangelista, que ao contemplar a beleza de Creuza, donzela conservada prisioneira pelo conde (seu pai), sente-se invadido por um forte desejo: resgatar a moça do sobrado do conde. Evangelista foge com Creuza, ajudado por um pavão mecânico, construído por um cientista. O pavão insere-se numa complexa simbologia: signo solar, do fogo, da beleza, do poder de transmutação e vistosidade. Sua releitura, feita por Chico de Assis e Chico Simões, traz modernidade ao enredo, sem tirar elementos fundamentais e clássicos do texto. O Romance do Pavão Misterioso tem Direção do mestre mamulengueiro Chico Simões; tem no elenco o ator mamulengueiro Walter Cedro e a atriz brincante Mirella Dias; tem Direção Musical e letras originais de Beirão Neves; e conta com os músicos: Rosimar Cedro, Wagner Nascimento e Keijin do Acordeon, além do próprio Beirão. Os figurinos foram costurados por Nem Rocha e idealizados por Jô Oliveira, que também fez as ilustrações. 

Mamulengo Sem Fronteiras
A família Mamulengo Sem Fronteiras se uniu para brincar com bonecos em 1996. É formada pelos irmãos Walter Cedro, Rosimar Cedro, Wagner Nascimento e o amigo Keijin do Acordeon. O grupo recebeu a herança da tradição dos mamulengos das mãos do brincante Chico Simões (Mamulengo Presepada), em Taguatinga (DF). São mais de 20 anos de pesquisa sobre as brincadeiras populares em interação a novas formas de “botar boneco”. Hoje, o grupo compartilha experiências e estudos em apresentações, projetos culturais, oficinas e festivais pelo Brasil, América Latina e Europa.

SERVIÇO:

O Romance do Pavão Misterioso – Mamulengo Sem Fronteiras

Quando? 25 de setembro, quarta-feira, 20h

Onde? Taguatinga, Teatro Sesi Yara Amaral (QNF 24)

Entrada Franca


Você pode gostar
Publicidade