fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Exposições

Exposição “De Pigmentos e Pedras” acontece de graça em Brasília

A arte de Fani Bracher em coletânea na Galeria de Arte da Casa Thomas Jefferson até 14 de dezembro

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

De Pigmentos e Pedras é um significativo recorte na produção recente da artista plástica Fani Bracher. A coletânea, em exposição na Galeria de Arte da Casa Thomas Jefferson – SEP Sul 706/906, até 14 de dezembro, resulta em uma síntese perfeita para introduzir o espectador no universo das pinturas, caixas, assemblages (colagens com objetos e materiais tridimensionais) e dos estandartes. As linguagens se particularizam e se comunicam, evidenciando o fio condutor da mostra, que é o sensível diálogo com os materiais da terra e da paisagem das Minas Gerais. “Fani percebe uma desordem fascinante na convulsiva diversidade das formas e do cromatismo. Interessa-se pela caleidoscópica variação da pedra ao pó, tal como são achados na natureza”, detalha Luiz Carlos Costa, produtor sociocultural da CTJ.

Para Fani Bracher, uma possível ordem é estabelecida pelo garimpo dos pigmentos, visando à fusão de que sairá a matéria da criação. “As cores se definem plenas de vitalidade e se apresentam ao público na condição de primeiro movimento do processo da arte”, revela a artista mineira que reside e produz em Ouro Preto. Então, é a partir dos pigmentos que o olhar e o gesto da artista entram em sinergia para que a obra se instaure, na pintura ou nas caixas. O tema da paisagem montanhosa, com a presença constante das nuvens, domina a pintura, enquanto a apropriação dos materiais permite que uma instalação se contenha no contexto das caixas.

A nuvem, segundo Bracher, é uma forma em colóquio com a montanha, e seus volumes, densos e silentes, rondam as curvas da orografia. “A montanha é a suspensão do pó recolhido nos caminhos de terra colorida, evocando os rasgos sangrentos das voçorocas ou a pálida devastação das queimadas ou a misteriosa fusão das sombras no dorso das elevações”, acrescenta. Paisagens de mistério e silêncio parecem buscar a origem da terra e da arte na coletânea da artista.

Fani Bracher

Artista plástica mineira, realizou estudos em museus de vários países. Em Paris, participou do Centro de Artes para Estudantes e Artistas Americanos, mas também fez viagens de estudos a museus e galerias de arte nos EUA. Na Espanha descobriu El Greco, Bosch, Goya e Gaudi. Conheceu a obra de Amadeu de Souza Cardoso. Em todas as oportunidades se aperfeiçoou com renomados mestres. Desde 1973, reside em Ouro Preto, MG, onde começou a produzir a sua arte e partir para exposições em importantes museus, centros culturais e galerias nacionais e internacionais. Renomados críticos de arte elogiaram o seu requintado, original e criativo trabalho. Recebeu prêmios importantes e tem seus trabalhos incluídos em dezenas de livros sobre sua produção artística.

PROGRAME-SE

Exposição DE PIGMENTOS E PEDRAS

Local: GALERIA DE ARTE da Casa Thomas Jefferson – Asa Sul (SEPS 706/906)

Data: até 14 de dezembro

Visitação: segunda a sexta, das 8h às 20h | sábados, das 8h às 12h | domingos e feriados, fechada.

Classificação indicativa: Livre

Entrada gratuita


Leia também
Publicidade