Siga o Jornal de Brasília

Eventos

Museu Vivo da Memória Candanga realiza evento sustentável aberto à comunidade

Somente no sábado (21), das 10 às 16 horas, entrada franca

Publicado

em

Advertisements

Em comemoração aos dias do Papeleiro (20) e da Árvore (21), o Museu Vivo da Memória Candanga realiza o evento MEU PAPEL NO MUNDO, no sábado (21), das 10 às 16 horas, com acesso liberado e indicado para toda a família.

Todas as atividades do dia  serão dedicadas ao papel artesanal , fazendo uma  aliança entre a arte e a sustentabilidade,  como uma forma de reflexão. Na programação, oficinas de arte no papel, rodas de conversa, exposições, música e  poesia. “ Será uma oportunidade para promover a conscientização aliada à interação com a comunidade. ”, diz a gerente do Museu Eliane Falcão.

Para participar, basta chegar.

O projeto faz uma justa homenagem ao Cerrado e suas árvores contorcidas. O Cerrado, berço das águas,  segundo maior bioma da América do Sul com uma das mais ricas biodiversidades do mundo é o bioma mais desmatado do Brasil, de acordo com a plataforma Mapbiomas.
O Museu Vivo da Memória Candanga e a Flor de Bananeira realizam o MEU PAPEL NO MUNDO em parceria com a UniPaz, Revivare, Unieuro, Viveiro Comunitário do Park Way, Ibram e Fundação Pedro Jorge.


Você pode gostar
Publicidade